Missionários da Luz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Missionários da Luz
Capa do Livro "Missionarios da Luz"
Autor (es) André Luiz/Chico Xavier
Idioma português
País Brasil Brasil
Género Romance Espírita
Série André Luiz
Editora FEB
Lançamento 1945
Páginas 376
Cronologia
Último
Último
Os Mensageiros
Obreiros da Vida Eterna
Próximo
Próximo
Chico Xavier jovem

Missionários da Luz é um livro espírita, psicografado por Francisco Cândido Xavier e ditado pelo espírito André Luiz, editado pela FEB (Federação Espírita Brasileira) em 1945. É um relato de experiências pessoais vividas por André Luiz no Plano Espiritual, em sua grande maioria acompanhado por Alexandre, seu "instrutor".

Esta é a terceira obra da série do autor espiritual André Luiz, chamada de Série André Luiz composta de 16 livros. A Série André Luiz pode ser subdividida em duas partes: Coleção A Vida no Mundo Espiritual e Obras Complementares. Missionários da Luz é também a terceira obra da Coleção A Vida no Mundo Espiritual.

Resumo[editar | editar código-fonte]

Neste livro, André Luiz desvenda os segredos da reencarnação através da tarefa dos Espíritos missionários encarregados do processo do renascimento. É explicado que a morte física não é o fim e destaca a importância do esforço próprio na luta pelo auto-aperfeiçoamento. Em vinte capítulos é discorrido sobre a continuação do aprendizado na vida espiritual, o perispirito como organização viva moldando as células materiais, a reencarnação orientada pelos Espíritos Superiores e aspectos diversos das manifestações mediúnicas. É ensinado, neste livro, que a Providência Divina concede sempre, ao homem, novos campos de trabalho, através da renovação incessante da vida por meio da reencarnação.

Uma das partes mais instrutivas do livro, é quando é descrito o processo reencarnatório detalhadamente. André Luiz acompanhou de perto tudo isso, desde o desenho do corpo, sua modelagem, feita pelos espíritos Construtores e sua inserção no ventre materno.

Missionários da Luz está incluído entre os dez melhores livros espíritas publicados no século XX, segundo pesquisa realizada em 1999 pela "Candeia Organização Espírita de Difusão e Cultura"[1] .

Capítulos[editar | editar código-fonte]

  • CAPÍTULO 1 = O psicógrafo
  • CAPÍTULO 2 = A epífise
  • CAPÍTULO 3 = Desenvolvimento mediúnico
  • CAPÍTULO 4 = Vampirismo
  • CAPÍTULO 5 = Influenciação
  • CAPÍTULO 6 = A oração
  • CAPÍTULO 7 = Socorro espiritual
  • CAPÍTULO 8 = No plano dos sonhos
  • CAPÍTULO 9 = Mediunidade e fenômeno
  • CAPÍTULO 10 = Materialização
  • CAPÍTULO 11 = Intercessão
  • CAPÍTULO 12 = Preparação de experiências
  • CAPÍTULO 13 = Reencarnação
  • CAPÍTULO 14 = Proteção
  • CAPÍTULO 15 = Fracasso
  • CAPÍTULO 16 = Incorporação
  • CAPÍTULO 17 = Doutrinação
  • CAPÍTULO 18 = Obsessão
  • CAPÍTULO 19 = Passes
  • CAPÍTULO 20 = Adeus

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.