Moca (Iêmen)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Moca (em árabe: المخا [al-Mukhā]), é uma cidade portuária do Iêmen, situada às margens do Mar Vermelho. Até o século XIX, quando foi superada por Aden e Hodeida, era o principal porto do país. Entre os séculos XV e XVII, Moca foi o mais importante mercado de café do mundo.

Pintura de Moca em 1692

Segundo o padre jesuíta Jerónimo Lobo, que percorreu o Mar Vermelho em 1625, desde que os turcos estenderam seu domínio à Arábia, Moca tornou-se a maior cidade do território sob dominação turca - ainda que não fosse o lugar de residência do paxá. Este ficava a dois dias de viagem em direção ao interior, na cidade de Sana'a.1 Ainda segundo Lobo, a sua importância do porto de Moca também era devida ao fato de que as leis otomanas determinavam que todos os navios que entrassem no Mar Vermelho deveriam ali atracar e pagar impostos sobre suas cargas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Itinerário de Jerónimo Lobo. London: Hakluyt Society, 1984, p.88.
  • J.H. Arrowsmith-Brown, Prutky's Travels to Ethiopia and Other Countries. London: Hakluyt Society, 1991, p.363f.
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Iémen é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.