Moedas de euro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Moedas de Euro)
Ir para: navegação, pesquisa

O Euro (EUR, €) é a moeda de dezoito países da União Europeia (UE) - Alemanha, Áustria, Bélgica, Chipre, Finlândia, França, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Estónia, Grécia, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Malta, Países Baixos e Portugal, e ainda de quatro micropaíses europeus - Andorra, Mônaco, San Marino e Vaticano - e também do Montenegro e do Kosovo.

As moedas e notas de euro iniciaram a sua circulação em 1 de Janeiro de 2002, excepto na Eslovénia, onde a data foi 1 de Janeiro de 2007, em Chipre e Malta, 1 de Janeiro de 2008, na Eslováquia, a 1 de Janeiro de 2009 e na Estónia, a 1 de Janeiro de 2011.

Um euro é dividido em 100 cêntimos, existem oito diferentes denominações: €0,01; €0,02; €0,05; €0,10; €0,20; €0,50; €1,00; €2,00.[1]

A moeda corrente em Portugal é o euro. Portugal partilha a sua moeda com 16 países da União Europeia, incluindo a Espanha, França, Luxemburgo, Bélgica, Alemanha, Itália, Irlanda, Estónia, Holanda, Finlândia, Áustria, Grécia, Chipre, Malta, Eslováquia e Eslovénia. 

As notas e moedas de euro foram introduzidas no país em 2002. Todas as moedas possuem uma face comum, enquanto a outra face foi desenhada por cada um dos Estados-Membros e inclui símbolos que representam a origem e nacionalidade de cada um dos países. O euro é aceite em todos os países que adoptaram esta moeda. 

Existem sete denominações de notas: 500, 200, 100, 50, 20, 10 e 5 euros, e oito denominações de moedas: de 1 e 2 euros, e de 50, 20, 10, 5, 2 e 1 cêntimos. As notas e as moedas também estão adaptadas a pessoas invisuais.

Moedas destinadas à circulação[editar | editar código-fonte]

Especificações das moedas de euro destinadas à circulação
Denominação Diâmetro
(mm)
Grossura
(mm)
Massa
(g)
Cor Composição Bordo
1 cêntimo / € 0,01 16,25 1,67 2,30 Cobreada Aço banhado a cobre Liso
2 cêntimos / € 0,02 18,75 1,67 3,06 Cobreada Aço banhado a cobre Liso com entalhe simples a meia altura
5 cêntimos / € 0,05 21,25 1,67 3,92 Cobreada Aço banhado a cobre Liso
10 cêntimos / € 0,10 19,75 1,93 4,10 Dourada Liga Metálica de cobre (Ouro Nórdico) Ondulado
20 cêntimos / € 0,20 22,25 2,14 5,74 Dourada Liga Metálica de cobre (Ouro Nórdico) Liso com sete edentações ("Flor Espanhola")
50 cêntimos / € 0,50 24,25 2,38 7,80 Dourada Liga Metálica de cobre (Ouro Nórdico) Ondulado
1 euro / € 1,00 23,25 2,33 7,50 Coroa: dourada
Núcleo: prateada
Coroa: latão e níquel
Núcleo: três camadas - cuproníquel, níquel, cuproníquel
Seis segmentos alternados, três lisos e três edentados
2 euros / € 2,00 25,75 2,20 8,50 Coroa: prateada
Núcleo: dourada
Coroa: cuproníquel
Núcleo: três camadas: latão e níquel, níquel, latão e níquel
Serrilhado com inscrição (diferente para cada país)

Face comum[editar | editar código-fonte]

Todas as moedas têm um lado comum mostrando quanto a moeda vale, com um desenho do designer belga Luc Luycx, cujo projecto foi escolhido na reunião do Conselho Europeu de 13 de junho de 1997.

O ano mostrado na moeda pode ser a partir de 1999, quando os desenhos das moedas foram finalmente estabelecidos (só as moedas francesas, espanholas, belgas, finlandesas e neerlandesas). Estes países tradicionalmente põem o ano em que a moeda é feita, e não em que a moeda é posta em circulação.

*Primeira versão (1999-2006)[editar | editar código-fonte]

O desenho das moedas de 1, 2 e 5 cêntimos simbolizam o lugar da Europa no mundo. A imagem nas moedas de 10, 20 e 50 cêntimos individualizam claramente os 15 membros da União Europeia anterior ao alargamento de 2004. As moedas de 1 e 2 euros mostram a UE a 15 como um todo, mas com indicação das fronteiras. Todas as moedas têm 12 estrelas no seu desenho.

Segunda versão (2007- )[editar | editar código-fonte]

Os sucessivos alargamentos da área do euro posteriores à introdução da moeda obrigaram a que fosse revisto o desenho da face comum a utilizar a partir de 2007.[2]

O desenho das moedas de 1, 2 e 5 cêntimos simbolizam o lugar da Europa no mundo como um todo. O desenho das moedas de 10, 20 e 50 cêntimos foi alterado, mostrando uma Europa sem fronteiras, acomodando os 27 membros da União Europeia em 2007. As moedas de 1 e 2 euros continuam a mostrar uma Europa sem fronteiras, embora com um desenho diferente. Em ambos estes últimos desenhos,Chipre aparece deslocado muitos quilómetros para oeste ou noroeste da sua verdadeira posição, para poder ser incluído no mapa. A Turquia não aparece representada.

2.ª versão A Europa no mundo A Europa
0,01 € 0,02 € 0,05 € 0,10 € 0,20 € 0,50 € 1 € 2 €

Faces nacionais[editar | editar código-fonte]

Moedas correntes[editar | editar código-fonte]

Cada país participante no euro tem seu próprio desenho na face nacional da moeda. Estes desenhos variam de simplesmente colocar o mesmo desenho em todas as moedas (Bélgica) ou colocar um desenho diferente em cada uma (Itália). Contudo, todas as moedas mostram obrigatoriamente 12 estrelas neste lado da moeda. Em monarquias, a face nacional normalmente coloca um retrato do monarca. Países não-monárquicos normalmente mostram gráficos mais estilizados como símbolos ou monumentos nacionais.

País Faces nacionais Ano de entrada
em circulação da moeda
 Alemanha Moedas de euro alemãs 2002
 Áustria Moedas de euro austríacas 2002
 Bélgica Moedas de euro belgas 2002
 Chipre Moedas de euro cipriotas 2008
 Eslováquia Moedas de euro eslovacas 2009
 Eslovênia Moedas de euro eslovenas 2007
 Espanha Moedas de euro espanholas 2002
 Estónia Moedas de euro estonianas 2011
 Finlândia Moedas de euro finlandesas 2002
 França Moedas de euro francesas 2002
 Grécia Moedas de euro gregas 2002
 Irlanda Moedas de euro irlandesas 2002
 Itália Moedas de euro italianas 2002
 Luxemburgo Moedas de euro luxemburguesas 2002
 Malta Moedas de euro maltesas 2008
 Países Baixos Moedas de euro neerlandesas 2002
 Portugal Moedas de euro portuguesas 2002

Embora não sendo membros da UE, Mónaco, San Marino e Vaticano também têm moedas de euro mostrando um lado nacional, mas estes só ocasionalmente terminam em circulação geral.

As moedas do Mónaco mostram as armas e o brasão da família real e o retrato do último governador, Príncipe Rainério III. Moedas futuras vão provavelmente mostrar o governador atual, Príncipe Alberto II.

As de San Marino têm várias torres e edifícios públicos, também como as armas nacionais. As moedas do Vaticano mostram o retrato do ex-papa Bento XVI; moedas futuras irão mostrar seu sucessor, Papa Francisco; ter moedas com a éfige de um líder religioso causou controvérsia em certos países, como a França.

País Faces nacionais Ano de entrada
em circulação da moeda
Mónaco Moedas de euro do Mónaco 2002
 São Marino Moedas de euro de São Marinho 2002
Vaticano Moedas de euro do Vaticano 2002

Para Andorra, foi assegurado o direito de produzir o seu próprio lado reverso; por enquanto, a autoridade de produzir moedas foi transferida do Bispo de Urgell para o governo de Andorra.

Moedas comemorativas de €2[editar | editar código-fonte]

A Comissão Europeia permitiu a cunhagem de moedas comemorativas a partir do final de 2003. A partir desta data, qualquer membro da zona do euro pode criar moedas comemorativas de €2, e tais moedas tem valor de compra legal em toda zona do euro.


A Grécia foi a primeiro país a confeccionar suas moedas comemorativas. A moeda de €2 era comemorativa aos jogos olímpicos de 2004, realizados em Atenas, capital do país.

A Finlândia confeccionou suas moedas comemorativas, celebrando a entrada de 10 novos países na União Europeia, em 1 de maio de 2004.

Luxemburgo confeccionou as suas moedas como monograma do Grão Duque.

Outras nações que confeccionaram suas moedas significativas foram a Áustria, San Marino (em outubro de 2004), Itália e Vaticano.

Em 2005, Bélgica e Luxemburgo confeccionaram juntas uma moeda comemorativa de €2, com as faces do Grão Duque de Luxemburgo e do Rei da Bélgica.

Ainda em 2005, Áustria confeccionou as suas moedas para comemorar os 50 anos do Acordo do Estado Austríaco, com a figura da primeira página do acordo.

Em 2005, a Espanha lançou suas moedas comemorativas, em homenagem ao quarto centenário de lançamento da obra Don Quixote, de Miguel de Cervantes.

Em 2007, Portugal lança uma moeda comemorativa de 2€ referente à celebração do 50º aniversário do Tratado de Roma . Em 2013, Portugal irá lançar em Junho uma Moeda Comemorativa para celebrar o 250º Aniversário da Torre Dos Clérigos.

Marcas de cunhagem[editar | editar código-fonte]

A utilização de marcas de cunhagem apostas nas faces nacionais permite identificar os locais de cunhagem das moedas de euro.[3]

Identificação do local de cunhagem
País Local de cunhagem Marca de cunhagem
Alemanha Berlim
A
Alemanha Munique
D
Alemanha Estugarda
F
Alemanha Karlsruhe
G
Alemanha Hamburgo
J
Áustria Viena
não tem
Bélgica Bruxelas
não tem
Chipre (?)
(?)
Eslováquia Kremnica
MK
Eslovénia (?)
(?)
Espanha Madrid
M com uma coroa
Finlândia Helsínquia-Vantaa
não tem
França Pessac[4]
cornucópia
Grécia Atenas
Folha de Acanto
Irlanda Dublin
não tem
Itália Roma
R
Luxemburgo Utrecht (NL)
bastão de Mercúrio
Malta (?)
(?)
Países Baixos Utrecht
bastão de Mercúrio
Portugal Lisboa
INCM
Mónaco Pessac (FR)
cornucópia
São Marinho Roma (IT)
não tem
Vaticano Roma (IT)
não tem

Muitas moedas foram produzidas usando cartuchos produzidos na Birmingham Mint, Birmingham, Inglaterra. Um problema surgiu na diferenciação de moedas feitas usando cartuchos e técnicas similares. A moeda turca de 1 lira lembra muito a moeda de 2 euros em peso e tamanho e as duas são reconhecidas e aceitas por máquinas como sendo de 2 euros, sendo esta 4 vezes mais cara. Agora as máquinas estão sendo programadas para não aceitar a moeda de 1 lira.

Moedas de menor denominação[editar | editar código-fonte]

A Finlândia não usa as moedas de 1 e 2 cêntimos. Os Países Baixos têm também considerado parar a produção das moedas de 1 e 2 cêntimos, pressionados por empresários que falam que estas moedas custam muito para serem produzidas. Em Maio de 2004, lojas de Woerden fizeram testes nos quais todas as transações de dinheiro foram arredondadas para a mais próxima quantia de 5 cêntimos. Por causa do bom resultado dos testes, empresários em todo os Países Baixos permitiram que essas transações fossem feitas desde Setembro de 2004. As moedas vão permanecer como um método de pagamento válido.

Mas, se um país decide não produzir essas denominações, moedas de outros estados membros ainda terão valor legal. Este é o caso da Finlândia e dos Países Baixos nos tempos atuais.

Contudo, como a massa monetária "estrangeira" é menor do que a interna, as moedas de 1 e 2 cêntimos ficarão de menor utilização, não sendo um grande problema para os empresários.

Porque a Finlândia não usa moedas de 1 e 2 cêntimos em circulação, mas já as produziu, estas moedas são bem avaliadas por colecionadores. Estas moedas em boa condição chegam a valer em quase mil vezes mais que seu valor nominal.

Mudanças no formato[editar | editar código-fonte]

Nenhuma mudança foi feita no lado comum das moedas até 2007. Não se pode mudar o desenhos das moedas de 1, 2 e 5 cêntimos.

Os Estados-Membros devem manter seus lados nacionais da moeda por cinco anos. Porém há algumas exceções. Se o monarca de um país morre ou abdica, o desenho das moedas que tinham sua ilustração será trocado.

Moedas destinadas a fins numismáticos ou de coleção[editar | editar código-fonte]

Uma prática nacional antiga é o cunho de moedas comemorativas banhadas, ou com detalhes em ouro ou prata. Ao contrário das moedas normais, estas moedas não são legalmente válidas em todos os países participantes do Euro, sendo válidas apenas no país em que foram cunhadas. Por exemplo a moeda comemorativa finlandesa de €10 não poderá ser utilizada em Portugal.

O fato destas moedas não serem válidas fora do país de cunho não constitui um problema grave, visto que estas moedas são voltadas a colecionadores e não foram pensadas como meio de pagamento. É incerto se o Conselho de Ministros irá garantir a este tipo de moeda o estatuto de moeda legal em todo território utilizador do Euro, pois São Marinho, Mónaco e Vaticano também cunham moedas destas.

Moedas de fantasia[editar | editar código-fonte]

Agências privadas (como a International Numismatic Agency no Reino Unido ou a Europ-Mint na Suíça) criaram moedas de fantasia para vender aos colecionadores, tanto para os países da UE fora da zona do Euro (como Malta, Suécia e Dinamarca), outros países europeus (Andorra, Suíça, Liechtenstein e Noruega) e territórios (como Córsega, Creta, Gibraltar, Guernsey, Jersey). Nenhuma dessas moedas tem valor legal em lugar nenhum.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui multimídias sobre Moedas de euro
Newsgroups

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas e referência


Símbolo do euro Moedas em circulação na União Europeia
Tópicos Zona Euro · Banco Central Europeu · Unidade Monetária Europeia · Moedas de euro
Euro Adotado UE: Alemanha · Áustria · Bélgica · Chipre · Eslováquia · Eslovénia · Espanha · Estónia · Finlândia · França · Grécia · Irlanda · Itália · Letónia · Luxemburgo · Malta · Países Baixos · Portugal    Não-UE: Mónaco · São Marino · Vaticano

Bulgária · Hungria · Lituânia · Polónia · Rep. Checa · Roménia

Não-UE: Andorra · Kosovo · Montenegro

Futuro
Outras
Denominação Moedas €0,01 · €0,02 · €0,05 · €0,10 · €0,20 · €0,50 · €1 · €2 · €2 (comemorativa)

€5 · €10 · €20 · €50 · €100 · €200 · €500

Cédulas
Moedas anteriores ao Euro Marco alemão (e antes também Marco alemão oriental) · Xelim austríaco · Franco belga · Libra cipriota · Coroa eslovaca · Tolar esloveno · Peseta espanhola (também circulava em Andorra) · Marco finlandês · Franco francês (também circulava em Andorra) · Dracma grego · Libra irlandesa · Lira italiana · Lats letão · Franco luxemburguês · Lira maltesa · Florim neerlandês · Escudo português · Coroa estoniana
Dentro da União Europeia, mas fora da Zona Euro Lev búlgaro · Florim húngaro · Litas lituano · Złoty polonês · Coroa checa · Leu romeno · Coroa dinamarquesa (em conjunto com a Coroa feroesa) · Libra esterlina · Coroa sueca · Kuna croata