Mohéli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mapa das Comores

Mohéli (ou Mwali, em língua comorana) é uma das três ilhas principais do arquipélago das Comores, localizado na parte norte do Canal de Moçambique.

A ilha tem autonomia administrativa, como subdivisão da União Comoriana e, de acordo com a constituição de 2002, tem um presidente eleito. A sua população em 1991 era de cerca de 40 000 habitantes. A sua capital é Fomboni.

História[editar | editar código-fonte]

Até 1830 Mohéli era parte do sultanato Ndzuwenie que controlava igualmente a ilha vizinha de Anjouan. Nesse ano, imigrantes de Madagascar conduzidos por Ramanetaka, que depois mudou o nome para Abderemane, ocuparam a ilha e estabeleceram o sultanato de Mwali. Em 1886 a França tornou a ilha num protectorado. Até 1889, Mwali tinha o seu próprio governador residente, quando passou a ser subjugada pelo governador residente em Anjouan. O sultanato foi abolido em 1909, quando a França anexou a ilha.

Bandeira separatista

Em 1975, Mohéli uniu-se com a Grande Comore e Anjouan e declararam unilateralmente a independência de França. Em 1997 a federação comoriana desmembrou-se mas, em 2002 foi votada uma nova constituição que restabeleceu a federação, mas com cada ilha mantendo um grande grau de autonomia.