Mohamed Ghannouchi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mohamed Ghannouchi
محمد الغنوشي
Primeiro-ministro da  Tunísia
Mandato 17 de novembro de 1999
até 27 de Fevereiro de 2011
Antecessor(a) Hamed Karoui
Sucessor(a) Beji Caid Essebsi
Presidente da  Tunísia (interino)
Mandato 14 de janeiro de 2011
até 15 de janeiro de 2011
Antecessor(a) Zine El Abidine Ben Ali
Sucessor(a) Fouad Mebazaâ
Vida
Nascimento 18 de Agosto de 1941 (73 anos)
Sousse, Flag of French Tunisia.svg Protetorado Francês da Tunísia
Dados pessoais
Alma mater Universidade de Tunes
Partido RCD
Profissão Político

Mohamed Ghannouchi (Sousse, 18 de agosto de 1941) é um político tunisino. Foi o primeiro-ministro da Tunísia de 1999 a 2011 e foi presidente interino de seu país durante um dia (de 14 de janeiro até 15 de janeiro de 2011)[1] , quando tomou o poder após o então presidente Zine El Abidine Ben Ali abandonar o país cedendo o poder a Mohamed, mediante a pressão dos protestos de 2010-2011.[2] É membro do parlamento tunisino por parte do Reagrupamento Constitucional Democrático.

Entre 1992 e 1999 ocupou o cargo de Ministro das Relações Exteriores e Cooperação Internacional, e entre 1999 e 2011 foi primeiro-ministro da Tunísia, até a queda de Zine El Abidine Ben Ali em 14 de janeiro, quando assumiu o cargo de Presidente da República. Mas, no dia seguinte de sua posse interina, foi sucedido por Fouad Mebazaâ, voltando, assim, ao antigo cargo de primeiro-ministro em 15 de janeiro de 2011. Renunciou a este cargo em 27 de fevereiro de 2011, em meio a manifestações contra sua permanência no governo.[3]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Zine El Abidine Ben Ali
Presidente da Tunísia
Interino

2011
Sucedido por
Fouad Mebazaâ
Interino
Precedido por
Hamed Karoui
Primeiro-ministro da Tunísia
1999 - 2011
Sucedido por
Beji Caid Essebsi
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.