Mohammed al-Qadiri

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mohammed al-Qadiri
Nome completo Mohammed ibn al-Tayyib al-Qadiri
Nascimento 1712
Morte 1773 (61 anos)
Nacionalidade  Marrocos
Ocupação historiador e escritor
Religião Islão

Mohammed ibn al-Tayyib al-Qadiri (1712 – 1773) foi um historiador e escritor marroquino, cuja obra mais célebre é o Nashir al-Mathan, um dicionário biográfico do século XVIII em Marrocos, mas onde cada ano é usualmente acompanhado de um sumário de acontecimentos. Nesse sentido, além de dicionário biográfico, a obra é também uma crónica. Mohammed al-Qadiri era neto do genealogista Abd as-Salam al-Qadiri.

Além do Nashir al-Mathan, al-Qadiri escreveu uma extensa autobiografia — Iltiqat al-durat (wa-mustafad al-mawaiz wa-al-ibar min akhbar wa-ayan al-mia al-hadiya wa-althaniya ashar) — e um catálogo de livros — Al-Fihrisit — que não chegou a ser publicado.

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  • Reynolds, Dwight Fletcher; Brustad, Kristen. Interpreting the Self: Autobiography in the Arabic Literary Tradition (em inglês). [S.l.]: University of California Press, 2001. p. 278. ISBN 978-0-520-22667-8


Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um(a) escritor(a), poeta ou poetisa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.