Mole (molho)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Mole, da língua nahuatl, “mōlli” (ou “mulli”) é um termo que significa molho na culinária do México; um exemplo é o guacamole, molho ou condimento à base de abacate. No entanto, quando se fala em mole, normalmente refere-se o “mole poblano”, molho típico do estado de Puebla, preparado com vários tipos de malagueta e com chocolate, para temperar o picante; este molho é tradicionalmente servido com “guajolote” (peru), como prato principal nas festas de casamentos e aniversários e durante o Natal. [1]

O nome pode ser usado em conjunto com o ingrediente principal em que este molho vai servir de base de um guisado, por exemplo “Mole Poblano de Frango”. [2]

No entanto, nem todos os moles tradicionais levam chocolate e assim encontra-se o “mole amarilho” (amarelo), que leva “tomatillo”, o verde, baseado em tomatillo e malaguetas verdes e muitas ervas aromáticas, o negro, típico de Yucatan e baseado numa mistura de ingredientes assados, que incluem achiote, chamado “recado negro”, e o vermelho ou “colorado”, também temperado com achiote, mas baseado em tomate maduro. [3]

Esta preparação é tão trabalhosa que deu lugar a uma “indústria tradicional” em que se prepara a pasta com os ingredientes já torrados e moídos e se vende em porções, que se utilizam dissolvendo-a num caldo.

Preparação[editar | editar código-fonte]

O mole poblano pode levar mais de 20 ingredientes (algumas fontes falam em mais de 100 [2] ), entre vários tipos de malagueta, especiarias e ervas aromáticas, tomate, alho e cebola, sal, amêndoas ou amendoim, passas, azeite e por vezes caldo de carne ou de galinha, para além chocolate, que normalmente é acrescentado no final da preparação.

Começa-se por assar tomate no forno, até ficar negro e mistura-se com alho, fazendo um puré. Numa frigideira, torra-se cravinho, gergelim, pimenta-do-reino, orégão e canela e, a seguir-se moem-se num almofariz. Preparam-se as malaguetas (por exemplo, “ancho” e “guajillo”), tirando-lhes as sementes e escaldando-as em água, onde ficam durante alguns minutos, até ficarem macias e se poderem igualmente transformar num puré.

Numa caçarola, aquece-se óleo e juntam-se as especiarias assadas e moídas; quando começarem a libertar o cheiro, juntam-se os purés de tomate com alho e de malaguetas; mistura-se e junta-se o chocolate, açúcar e sal, e deixa-se apurar em lume brando. [4]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre culinária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.