Molinete

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Molinete (português brasileiro) ou carreto (português europeu), também conhecido como carretilha, é um equipamento usado para tracionar um cabo, muito comum na pesca à linha ou na pesca submarina, formada basicamente por uma roda (carretel) onde se pode enrolar o cabo ou a linha de pesca; está por sua vez ligada a um mecanismo de desmultiplicação de força que, quando se aciona a manivela, transmite esse movimento à roda recolhendo a linha.

No interior de um molinete, existem uma série de engrenagens e rolamentos, que facilitam o trabalho, e aliviam o atrito das peças, e facilitam o trabalho do conjunto ao recolher a linha.

É muito popular com os pescadores esportivos, em função de seu manuseio simples e de seu baixo preço nos modelos mais básicos. Ideal para o arremesso de iscas mais leves, o molinete não provoca cabeleiras e pode significar a salvação de uma pescaria realizada num dia de vento excessivo. Suas desvantagens estão relacionadas ao menor poder de tração e precisão de arremesso e à maior torção da linha, e o atrito dela com os passadores.

Criação[editar | editar código-fonte]

O molinete de pesca foi inventado por George W. Snyder[1] na década de 1820[2] .

Referencias[editar | editar código-fonte]

  1. George Reynolds Snyder, Sr FindaGrave - 01 de junho de 2012
  2. History Examiner - 01 de fevereiro de 2013
Ícone de esboço Este artigo sobre pesca é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.