Monkey Typhoon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Monkey Typhoon
アソボット戦記五九
(Asobotto Senki Gokū)
Gênero Aventura, Comédia, Fantasia
Mangá
Autor Shin Kibayashi
Ilustrador Romu Aoi
Editora(s) Japão Kodansha
Revista Weekly Shōnen Magazine
Público-alvo Shōnen
Data de publicação 2001 – 2002
Anime
Direção Mamoru Hamatsu
Estúdio Studio Egg, Avex
Exibição original 1 de outubro de 2002 – 30 de setembro de 2003
Emissoras de TV Japão TV Tokyo
Emissoras lusófonas Brasil Cartoon Network
Nº de episódios 52
Projeto Animangá  · Portal Animangá

Monkey Typhoon (アソボット戦記五九, Asōbotto Senki Gōku?) é uma série de mangá escrita e ilustrada por Joji Arimori e ilustrado por Romu Aoi. Foi serializada na Weekly Shonen Magazine da Kodansha entre 2001 e 2002.

Foi posteriormente adaptado em um anime com 52 episódios foi produzida pela Avex e pelo Studio Egg, que foi exibido entre 1º de outubro de 2002 e 30 de setembro de 2003, na TV Tokyo. Foi transmitido pela rede de televisão anime: Animax, através das respectivas redes worldwide em todo o mundo, incluindo a Ásia Oriental, Sudeste Asiático, Ásia do Sul, Coreia do Sul, e em outras regiões. É vagamente baseado em um mito chinês. A música de Monkey Typhoon foi conduzida por Kohei Tanaka, e produzida pela Avex e Dentsu.

No Brasil, Monkey Typhoon foi exibido peloCartoon Network após o Toonami, substituindo Ashita no Nadja, sendo exibido entre 4 de setembro até o dia 30 de novembro de 2006. O anime foi retransmitido pelo Cartoon Network em agosto de 2008.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Monkey Typhoon narra a história de três asobotos - uma forma de robôs cujo título geral é uma maleta das palavras associação e robô - Goku, Tongo, e Joe. Eles são assistidos em suas viagens por Sanzo, um humano, filho do criador do asobotos e Suzie, que se juntaram a eles após seu pai ser curado da Destruição vírus.Mais tarde, eles estão unidos com seus antigos inimigos Miyon e depois Shiyon. A sua missão é parar com a destruição do mundo, recolhendo as lendárias 49 chaves do apocalipse para desbloquear o portão. Ao longo do caminho, o asobotos obtem a capacidade de evoluir ainda mais.Juntos, em suas muitas viagens, eles vencem vários adversários e inimigos, como Loki, o Professor D., o Quarteto, Dobberman Rei, e muitos mais, o que faz eles ficarem mas unidos em sua amizade.

Personagens[editar | editar código-fonte]

  • Goku: O personagem principal. Ele é um asoboto da primeira geração. Sua missão é encontrar as 49 chaves do Apocalipse (na verdade ele quer encontrar o tesouro onde o portão está localizado). Ele está acompanhado com Suzie, Sanzo, Tongo, Joe e depois com Mioto e mais tarde com Shion. Goku parece um humano,só não porque seu rosto parece com o de um macaco, e ele fica irritado quando o chamão de macaco. Ele tem um cavalo robô chamado Skywalker (magia metal), e uma arma que ele chama de "joystick", um bastão que alonga com a sua vontade. Sanzo coloca uma maldição sobre ele que o faz ficar fraco contra mulheres e crianças. Depois de ter recolhido 6 chaves, sua aparência mudou e adquirio novas habilidades, como a versão melhorada do "Vento do oeste" e do "vortex de fogo". Ele gosta de garotas bonitas para perseguir, cada vez que ele chega a uma cidade, e como resultado ele leva um soco no ar. No final Sanzo tirou a maldição de Goku. O nome dele, Goku, é formada pelos caracteres chineses para cinco e nove.
  • Sanzo: Ele forçou Goku a ajudá-lo na busca das 49 chaves, ele disse que só poderia retirar a maldição quando chegarem à última cidade. Ele acordou após 1000 anos de sono, para parar a destruição do mundo, recolhendo as 49 chaves do apocalipse. Ele tem uma harmônica mágica que afeta asobotos, mas não os que são infectados pelo vírus da Destruição. Ele às vezes usa para curar asobots ou ligar os ataques do Goku. Como Goku, ele coleciona 6 chaves, que mais tarde, mudou a aparência de sua gaita e lhe deu a habiidade de poder curar asobotos mesmo com o vírus. Seu nome completo é Sanzo Genjō e Tóquio é sua cidade natal. Ele serve como um irmão mais velho para Suzie. Ele também é o ex-namorado de Rhea, a mãe de todas os asobotos. Na última parte da série, ele lutou ao lado de Professor D. juntamente com Goku, Yazu e amigos. Após a todas as chaves serem coletados, todos os asobotos que foram afectadas pelo vírus Destruição foram curados. Suas últimas palavras (as últimas palavras na série), são "O verdadeiro tesouro não é senão o tesouro da viagem".
  • Sujji: Sujji perdeu seu pai em um ataque de asobotos infectados na sua cidade. Quando ela era jovem, seu pai contava-lhe a lenda, que mais tarde ela testemunhou com Goku e seus amigos. Embora ela não tem qualquer capacidade de lutar, ela tem um veículo.Mais tarde ela encontra um arco, que pode produzir um som que afeta os asobotos. Sujji só pode usá-lo Na última parte da série. Sujji usou o arco do sol para fazer a alma do Professor D. descansar em paz é porque ela é a única que entende o que um professor D. sentia. No fim, ela, junto com a gangue de Goku, opta por voltar no passado.
  • Joe: Um asoboto trabalhador, mas a boca dele nunca foi vista pois ele tem um estilo ninja de se vestir. Ele precisa de muita água para sobreviver, pois se não ele pode morrer. Ele próprio disse a Goku que é invencível em uma batalha áquatica. Sua arma é chamada de "Feather Sword". Mais tarde, como Goku e Sanzo ele coleciona 6 chaves que podem mudar sua aparência, e que também pode mudar a sua arma em "Blade Feather". Ele voltou ao passado junto com Goku e seus amigos, uma vez que um bandido nunca deve abandonar seu grupo.
  • Tongo: Um asoboto enfermeiro que parece um gato gordo que gosta de comer. Sua arma é chamada de "Cadeia Hammer". Mais tarde, como Goku, Joe e Sanzo, ele coleciona 6 chaves, o que podem mudar sua aparência e sua arma, tornando-se o "megatonelada Hammer". Na última parte da série, ele lutou ao lado do Professor D. juntamente com Goku, Yazu e seus amigos. Ele voltou ao passado junto com Goku e seus amigos.
  • Mioto: Uma asoboto muito parecida com uma humana. Mais tarde ingressou no grupo de Goku. Sanzo afirmou que ela tem muita semelhança com Rea. Ela tem um animal de estimação chamado Saati que podem transformar-se em uma prancha de snowboard que ela usa para viajar. A maioria de seus ataques são baseados doces (chiclete, bomba etc.). Mais tarde na série, ela recebe um guarda-chuva mágico que ela pode ser usada para voar,utilizar como um escudo,usar para hipnotizar alguém (esse truque ela só utilizou uma vez para fugir de Goku). Ela tem uma irmã chamada Shion. Ela e Shion foram para o passado com Goku e os amigos para encontrar tesouros.
  • Shion: Irmã da Mioto. Como Mioto, ela é uma asoboto. Durante seu tempo como parte do quarteto ela utilizou uma um violoncelo. Ingressou no grupo de Goku, para poder espiá-los na sua viagem. Depois que ela morreu devido ao vírus da Destruição, Sanzo a reviveu depois com sua gaita alterada pelas 6 chaves. Ela pode-se transformar em uma mulher bonita que parece com Mito,apenas com o cabelo azul. Ela tem um papagaio de estimação que pode-se transformar em um walkie-talkie.
  • Yazu: Ele é um asoboto da 3a. geração. Ele morre, mas depois foi revivido no episódio 33, Yazu também está armado com uma elegante foice. Ele se sacrificou para o grupo quando discordou com os planos do Professor D. na última parte da série.
  • Rhea: A mãe de todos os asobotos e antiga namorada de Sanzo 1000 anos antes da série iniciar. Segundo o Sanzo, ela tem semelhanças com Mioto mas Sanzo afirmou que ele pode ver mais sobre Rhea em Goku do que em Mioto.
  • Professor D.: O principal vilão. Ele é o rival do pai de Sanzo, e como ele quer usar as chaves para os seus planos sinistros.
  • Casper: Um asoboto do quarteto. Ele tem um violino.
  • Marty: Um asoboto do quarteto. Ele tem um trompete.
  • Marie: Uma asoboto do quarteto. Ela tem um conjunto de tambores.

Dublagem no Brasil[editar | editar código-fonte]

A série foi dublada nos estúdios da Sigma, em São Paulo, conta com um elenco de primeira grandeza.

Bases culturais[editar | editar código-fonte]

Igual ao anime Dragon Ball, contém diversos elementos baseados em um mito chinês do século XVI, Hsi Yu Chi (Viagem ao Oeste / 西遊記), escrito por Wu Cheng'en, mas o mito não contém uma versão futurista como esta.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]