Mont'Serrat

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mont'Serrat
—  Bairro do Brasil  —
Mont'serrat porto alegre.JPG
Município Porto Alegre
Área
 - Total 79 hectares
População
 - Total 10,236 hab (2 000)
4,597 homens
5,639 mulheres
    • Densidade 130 hab/ha/km2 
Taxa de crescimento (+) 0,3 % (de 1991 a 2000)
Domicílios 3.880
Rendimento médio mensal 24,07 salários mínimos
Fonte: Não disponível

Mont'Serrat é um bairro nobre da cidade brasileira de Porto Alegre, capital do estado do Rio Grande do Sul. Foi criado pela Lei n° 2022 de 7 de dezembro de 1959.

Região de Planejamento[editar | editar código-fonte]

O Mont'Serrat está inserido na chamada Região Geral de Planejamento 1 (RGP1)[1] , uma das oito Regiões de Gestão do Planejamento (RGPs) de Porto Alegre[2] . Cada região reúne um grupo de bairros com afinidads entre si. No caso da RGP1, a qual reúne dezenove bairros incluindo o Mont'Serrat, a área compreendida corresponde à parte mais antiga de Porto Alegre, que se desenvolveu ao redor do Centro Histórico e cresceu, sobretudo, em direção leste. Trata-se da porção mais urbanisticamente consolidada do município, com as mais altas densidades e a infraestrutura mais qualificada.[3]

Histórico[editar | editar código-fonte]

No século XIX, o Mont'Serrat era um local insalubre e de pouca valorização territorial; a área em que se encontra era conhecida como Bacia e povoada pelos escravos então recém-libertos. Era a região da "Colônia Africana" e nela havia um número expressivo de casas de religião, onde se praticavam os cultos afro-brasileiros.

A urbanização começou a ocorrer por volta de 1910. Em 1913, a empresa Predial e Agrícola deu início ao loteamento de terras localizadas na atual Rua Dr. Freire Alemão. A rua mas antiga das redondezas era a Moinhos de Vento, hoje conhecida como Rua Vinte e Quatro de Outubro, e cruzava os bairros Independência, Moinhos de Vento, Auxiliadora e costeava o Mont'Serrat.

Há duas versões distintas para a origem do nome do bairro, que se localiza em uma área alta da cidade. A primeira versão, e mais aceita, refere-se à famosa montanha da Catalunha, nas proximidades de Barcelona, sede do Mosteiro de Beneditinos onde se venera a Virgem de Montserrat. Na segunda versão, o nome parece dever-se à semelhança com um cerro que existe na cidade de Santos, em São Paulo.[4] Cabe salientar que Buenos Aires, capital da Argentina, tem um bairro homônimo desde 1769.

Características atuais[editar | editar código-fonte]

Nos dias de hoje, o Mont'Serrat é um bairro residencial bastante verticalizado, estando situado numa das áreas mais valorizadas da cidade. Como não dispõe de áreas verdes públicas, seus moradores costumam frequentar o Parque Moinhos de Vento. Apesar disso, possui ruas bastante arborizadas.

A rua mais importante é a Rua Anita Garibaldi, por concentrar a maior parte do comércio e dos serviços do bairro e que atravessa de oeste a leste o Mont'Serrat. Muito movimentada, a Anita Garibaldi irá receber um túnel subterrâneo[5] , nos limites do Mont'Serrat com o bairro Boa Vista, para a construção de um viaduto no cruzamento da rua com a Avenida Carlos Gomes, esta parte da Terceira Perimetral. Orçada em R$ 11,5 milhões, a obra faz parte dos preparativos de Porto Alegre para a Copa de 2014 e deverá ter início em 2012, embora o projeto tenha sido amplamente criticado e sofrido adiamentos por conta de protestos.[6]

Como opção de vida noturna e entretenimento de luxo, o bairro tem o Pink Elephant Club, situado na Rua Silva Jardim, n° 331, dentro do complexo da academia Body One Club. A boate foi construída com tijolos de demolição do antigo Hipódromo do Cristal, e as paredes maciças são duplas para gerar o melhor isolamento acústico possível. Vista de cima, ela tem o formato da cabeça de um elefante.

O prédio do antigo Colégio São Manoel, na Rua Dona Laura, 1020, foi convertido no "Campus Porto Alegre" da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra)[7] , sendo também sede da Ulbra TV[8] . Fundado em 1959 pelos Salesianos de Dom Bosco, a escola tinha sido transformada em 2003 numa instituição beneficente sem fins lucrativos.[9]

Marcos[editar | editar código-fonte]

Paróquia Nossa Senhora do Mont'Serrat.
Atacados
Educação
Templos
Outros

Limites atuais[editar | editar código-fonte]

Rua Eudoro Berlink esquina com Rua Coronel Bordini até encontrar a Rua Pedro Chaves Barcelos; desta, até a Rua Campos Sales; desta, até a Avenida Carlos Gomes; desta, até a Rua Furriel Luiz Antônio Vargas; desta, até a Rua Pedro Chaves Barcelos; desta, até a Rua Coronel Pedro Ivo; desta, até a Rua Carlos Trein Filho; desta, até a Rua Farnese; desta, até a Rua Antônio Parreiras; desta e seu prolongamento por uma linha seca, reta e imaginária, na direção leste-oeste, até encontrar a Rua Coronel Bordini; desta, até encontrar a Rua Eudoro Berlink.

Lei de Limites de Bairros (2012)[editar | editar código-fonte]

No tocante ao Mont'Serrat, o anteprojeto da chamada Lei de Limites de Bairros — proposta pela prefeitura em janeiro de 2012 e ainda em discussão na Câmara Municipal — pretendeu eliminar a "linha imaginária" descrita nos limites do bairro e substituí-la pelo percurso envolvendo a Avenida Mariland, a Rua Pedro Ivo, a Avenida Cel. Bordini e a Rua Tito Zambecari.[16] Desse modo, o Mont'Serrat diminuiria de tamanho e cederia uma área, que engloba a Paróquia São Manoel, para o bairro Bela Vista.

Referências

Bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  • FRANCO, Sérgio da Costa. Porto Alegre: Guia Histórico. 2ª edição. Porto Alegre: Ed. da Universidade/UFRGS, 1992. p. 285-286.
  • SANHUDO, Ary Veiga. Porto Alegre: Crônicas da minha cidade. vol. 2. Porto Alegre: Ed. Movimento/Instituto Estadual do Livro, 1975. p. 111-113.
  • RIOS, Renata Ferreira. Histórico – Mont'Serrat.
  • Santos, I. (org.). Negro em Preto e Branco – História Fotográfica da População Negra de Porto Alegre. FUMPROARTE. 2005.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Mont'Serrat