Montanhas Virunga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Montanhas Virunga
Monte Nyiragongo
Montanhas Virunga está localizado em: Ruanda
Montanhas Virunga
Coordenadas 1° 25' 45" S 29° 32' 54" E
Altitude 4.507 m
Localização fronteira Ruanda Uganda /  República Democrática do Congo
Cordilheira Virunga (Vale do Rift)

As montanhas Virunga são uma cadeia de vulcões na África oriental, localizada ao longo da fronteira entre Ruanda, República Democrática do Congo e Uganda. A cordilheira é um braço da falha Albertina, parte do grande vale do Rift. Estão situadas entre os lagos Eduardo e Kivu.

A cordilheira é constituída de oito vulcões maiores que, em sua maioria, já não estão ativos. As exceções são o monte Nyiragongo (3462 metros) e o monte Nyamuragira (3063 metros), na República Democrática do Congo. As últimas erupções ocorridas nestes dois vulcôes foram em 2002. O monte Karisimbi (4507 metros) é o mais alto. O monte mais extenso é o Sabinyo (3634 metros).

As montanhas Virunga são o habitat do gorila da montanha, que se encontra em grave perigo e consta na lista vermelha IUCN de espécies em perigo devido a fatores como a perda de seu habitat, a caça indiscriminada, doenças humanas e guerras [1] . O Centro de Investigação Karisoke, fundado por Dian Fossey para a observação dos gorilas em seu estado natural, está localizado entre os montes Karisimbi e Visoke.

Parques nacionais[editar | editar código-fonte]

Montanhas em Virunga[editar | editar código-fonte]

Na ficção[editar | editar código-fonte]

A novela de Michael Crichton Congo é ambientada principalmente na região de Virunga.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Butynski et. al., 2003

Ver também[editar | editar código-fonte]