Monte Érix

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Monte Érix (em grego: Ἔρυξ), era o nome de uma montanha e também da cidade na região ocidental da Sicília, situada a 10 km de Drepana (atual Trapani), e a 3 km da costa. No lugar original da cidade hoje está a moderna Erice.

A montanha,1 agora nomeada de Monte San Giuliano, é um pico totalmente isolado, erguendo-se sobre um vale ondulado que lhe confere aparência de ter altura mais considerável do que a real, de modo que foi considerado em toda a Antiguidade como em tempos modernos a maior elevação da ilha, ao lado do Etna2 , embora sua altura seja de 665,68 m.3

Em razão dessa proeminência, encontra-se referido em autores clássicos como Virgílio e outros poetas latinos como uma montanha de primeira grandeza, e associado aos montes Atos, Etna e outros.4

Em seu cume havia um célebre templo dedicado a Vênus/Afrodite fundado, segundo a lenda corrente, por Eneias5 , de onde derivou o sobrenome Ericina da deusa Vênus, pelo qual é frequentemente mencionada na literatura latina.6

Referências

  1. "Mons Eryx", Plínio iii. 8. s. 14; ou "Mons Erycus", Cicero In Verrem ii. 4. 7; Tácito Ann. iv. 43.
  2. Pol. i. 55; Pompônio Mela ii. 7. § 17; Caio Júlio Solino 5. § 9.
  3. William Smith (lexicógrafo), Sicily, p. 242.
  4. Virgílio Eneida xii. 701; Val. Flacc. ii. 523.
  5. Estrabão xiii. p. 608; Virg. Eneida v. 759.
  6. Horácio Carm. i. 2. 33; Ovídio, Heroid. 15. 57, etc.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Itália é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.