Monte Shinn

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Monte Shinn
Localização da Cordilheira Sentinela na Antártida Ocidental
Monte Shinn está localizado em: Antártida
Monte Shinn
Coordenadas 78° 27' S 85° 46' O
Altitude 4 661 m (15 292 pés)
Proeminência 961 m
Cume-pai: Monte Tyree
Listas Sete terceiros cumes
Continente Antártida
Região geográfica Antártida Ocidental
Primeira ascensão 25 de novembro de 2008 por Christian Stangl[1] [2]
Mapa da Cordilheira Sentinela.

O monte Shinn é uma montanha que atinge 4661 m de altitude, localizada 6 km a sudeste do Monte Tyree na Cordilheira Sentinela, Montanhas Ellsworth, na Antártida. É a terceira mais alta montanha da Antártida, depois do maciço Vinson e do monte Tyree.

Descoberto nos voos de reconhecimento do Ano Internacional da Geofísica (IGY) em janeiro de 1958, e denominado pelo Advisory Committee on Antarctic Names (Comitê Consultivo para Nomes Antárticos) (US-ACAN) pelo Tenente Comandante Conrad S. (Gus) Shinn, Marinha dos Estados Unidos, piloto em alguns destes voos. Shinn foi piloto da aeronave R4D da marinha transportando o Almirante Dufek que, em 31 de outubro de 1956, fez a primeira aterrissagem de avião no Polo Sul geográfico. Tinha sido considerado ter mais de 4800m de altitude, mas foi de novo medido em 2001 por Damien Gildea e Rodrigo Fica da Fundação Ômega, usando um receptor GPS Trimble 5700 e o sistema de processamento AUSPOS do governo australiano.

Ícone de esboço Este(a) artigo relacionado com a geografia da Antártida Ocidental (também conhecida como Antártida Menor) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. Stangl, Christian. Mt. Shinn skyrunning.at. Visitado em 29 December 2013.
  2. Jurgalski, Eberhard (28 August 2013). Seven 2nd/Seven 3rd 8000ers.com. Visitado em 29 December 2013.