Montezuma (ópera)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Motezuma
(personagem-título)
Idioma original Italiano
Compositor Antonio Vivaldi
Libretista Girolamo Giusti
Tipo do enredo Épico
Número de atos 3
Número de cenas 3
Ano de estreia 14 de novembro de 1733
Local de estreia Teatro San Angelo, Veneza

Motezuma é uma das óperas do compositor barroco italiano Antonio Vivaldi com libreto de Girolamo Giusti.

É uma ópera de enredo épico, narrando a saga do reinado do imperador asteca Moctezuma Ilhuicamina, ou Moctezuma I, o Grande. A partitura original perdeu-se no tempo, restando hoje tão somente o libreto.

Reconstrução da ópera[editar | editar código-fonte]

A ópera, no entanto, foi reconstruída graças ao trabalho do regente e musicólogo francês Jean-Claude Malgoire, que com o auxílio da Associação Vivaldi de Poitiers, da Fundação Giogio Cini de Veneza e do Instituto Italiano Antonio Vivaldi, e a colaboração de importantes estudiosos da obra de Vivaldi como os professores Antonio Fana e Peter Ryom, levou-a ao palco do Teatro Printemps des Arts de Monte-Carlo, em 8 de maio de 1982. A reconstituição foi realizada pela técnica de pasticcio, que consiste na reconstrução de uma ópera a partir de outras anteriores do mesmo ou de outros compositores.

Ícone de esboço Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.