Monty Roberts

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes fiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde fevereiro de 2013) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes fiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes fiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Monty Roberts (Essen, Alemanha, 2003)

Monty Roberts, pseudônimo de Marvin Earl Roberts, (Salinas, Califórnia, 14 de maio de 1935) é um treinador de cavalos e criador do método Doma Gentil para domesticação de cavalos.[1] É o autor do bestseller O Homem que ouve cavalos, uma autobiografia, e Violência não é a resposta, onde descreve o método.

Monty Roberts nasceu em Salinas, Califórnia. Aprendeu a lidar com cavalos desde cedo porque seu pai era dono do rancho onde viviam e também era domador de cavalos. Entretanto, seu método de doma, surgiu exatamente da aversão que tinha aos métodos do pai, que usava violência e formas brutais de dominação do animal.

Seu amor pelos animais o fez observá-los em seu estado natural, soltos em suas manadas nas paisagens naturais do Estado da Califórnia. Por ser neto de uma índia cherokee, aprendeu a considerar o cavalo como um irmão e utilizou a forma indígena de observar as manadas de cavalos e sua organização social. Identificou a função secundária do garanhão, que se dedicava a cuidar de seus haréns e vigiar os predadores; enquanto que cabia à égua mais velha, a matriarca, a organização hierárquica social, a educação dos potros, bem como a decisão dos rumos da manada.

Depois de muitos anos aplicando e demonstrando seu método, denominado de Equus, nos Estados Unidos, foi convidado a dar palestras e demonstrações na Inglaterra, por ninguém menos que a própria Rainha Elizabeth II, outra amante de equinos, que tomou conhecimento do método gentil e não violento por um amigo inglês que havia conhecido o Sr. Roberts em uma viagem à Califórnia.[2]

O Equus atingiu um estágio tão produtivo que permite a Monty Roberts e os aplicadores de seu método compreender vícios, manias e problemas psicológicos porventura apresentados pelos cavalos. Em vista disso, Sr. Roberts já foi chamado para identificar e tratar cavalos psicologica e emocionalmente problemáticos tanto na América quanto na Europa. E seus tratamentos surtem efeitos eficazes que ratificam a eficácia de seu trabalho. Assim como melhora a interação dos proprietários e tratadores com seus animais e a qualidade de vida destes, no exercício de suas funções.[3]

O Equus tem como princípio empreender a comunicação entre o humano e o animal. E já demonstrou resultados também com outras espécies, como corças e outros grandes mamíferos corredores da América.[carece de fontes?]

Monty Roberts tem divulgado seu método Equus por todo o mundo, recebendo caravanas e grupos de amantes do cavalo em sua fazenda na Califórnia, e repassando seus conhecimentos com o fim de melhorar a interação entre o homem e o cavalo, sem o uso de violência.

Referências

  1. Monty Roberts nos 100 anos da Sociedade Hípica Paulista. mundoequestre.com. Página visitada em 28 de fevereiro de 2013.
  2. Flora Watkins (12 de setembro de 2012). 'The Queen’s corgis are part of her family – Monty’s death is a great loss’. The Daily Telegraph. Página visitada em 28 de fevereiro de 2013.
  3. Roberts, Monty. The Man Who Listens to Horses. [S.l.]: Alfred A Knopf Canada, 1997. p. 231. ISBN ISBN 0-676-97055-9

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Monty Roberts
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.