Mora Fuentes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Jose Luis Mora Fuentes (Valência, Espanha, 9 de outubro de 1951São Paulo, Brasil, 13 de Junho de 2009), mais conhecido como Mora Fuentes, foi um escritor, artista plástico e jornalista espanhol radicado no Brasil.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Mora Fuentes mudou-se para o Brasil em 1953.

Recebeu o prêmio Governador do Estado de São Paulo e o prêmio da APCA.

Em 1998, roteirizou Matamoros e Tadeu, de Hilda Hilst, ano em que passou a colaborar com ela..[1] Presidiu o Instituto Hilda Hilst - Centro de Estudos Casa do Sol após a morte da escritora, de quem foi amigo por 30 anos.[2]

Mesmo nas artes plásticas, não se afastou da literatura. Desenvolveu, sozinho ou em parceria, capas para os livros Ficções, Tu não Te Moves de Ti, A Obscena Senhora D e Rútilo Nada, de Hilda Hilst.

Trabalhou com Mauricio de Sousa, elaborando roteiros para as histórias da Turma da Mônica.[1]

Fundou o IHH - Instituto Hilda Hilst.

Obra[editar | editar código-fonte]

  • O Cordeiro da Casa (contos, 1975)
  • Fábula de um Rumo (contos, 1985)
  • A Ilha Vazia (infantil, 1999)
  • Sol no Quarto Principal (novela, 1999).

Referências

  1. a b SESC - Ficções Urbanas, Coleção e. São Paulo: SESC/Lazúli, 2003
  2. Instituto Hilda Hilst

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um(a) escritor(a), poeta ou poetisa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.