Mortal Kombat (jogo eletrônico de 2011)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Mortal Kombat 9)
Ir para: navegação, pesquisa
Mortal Kombat
Arte da capa norte americana do jogo.
Desenvolvedora NetherRealm Studios [1]
Publicadora(s) Warner Bros. Interactive Entertainment
Distribuidora Time Warner
Designer Ed Boon
Motor Unreal Engine 3
Plataforma(s) Xbox 360, PlayStation 3, PlayStation Vita[2]
Série Mortal Kombat
Data(s) de lançamento
Gênero(s) Luta
Modos de jogo Single player, Multiplayer
Número de jogadores 4 Jogadores
Classificação BBFC (Reino Unido)
Inadequado para menores de 18 anos i DEJUS (Brasil)
Inadequado para menores de 17 anos i ESRB (América do Norte)
Inadequado para menores de 18 anos i PEGI (Europa)
Inadequado para menores de 18 anos i USK (Alemanha)
Mídia DVD, Blu-Ray
Controles Joystick
Idioma Inglês, Português do Brasil, Espanhol, Francês

Mortal Kombat é um jogo de luta de estilo 2D com gráficos 3D (2.5D) e é o nono jogo da série Mortal Kombat, o que o fez ser conhecido popularmente como Mortal Kombat 9. Desenvolvido pela Netherrealm Studios juntamente com ANDYN (anteriormente conhecido como WB Games Chicago),[3] É a nona edição da série e o primeiro a ser publicado exclusivamente sob o nome da Warner Bros.[4] [5] A história acontece após os eventos de Mortal Kombat: Armageddon, e então volta ao período dos três primeiros jogos: Mortal Kombat, Mortal Kombat II e Mortal Kombat 3. No entanto, os eventos dos jogos acontecem de forma diferente, porque Raiden, o deus do trovão, tem conhecimento do que acontecerá no futuro.

Mortal Kombat é o primeiro jogo com o rating M (ESRB) da série na sétima geração de consoles. Os desenvolvedores também afirmaram que este é o primeiro jogo em que eles estão fazendo um esforço consciente para criar o melhor jogo de luta para os fãs da série e de jogos de luta em geral.[carece de fontes?] Mortal Kombat foi anunciado oficialmente em 10 de junho de 2010, acompanhado de um trailer de estreia apresentando as novas características da jogabilidade. Mortal Kombat foi lançado dia 19 de abril 2011 para os consoles PlayStation 3 e Xbox 360.[2] Foi lançado para PC posteriormente.[6]

História[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

O deus Raiden, prestes a ser assasinado por Shao Kahn, faz um feitiço no seu agora partido amuleto mágico, direccionando-o a contactar o Raiden do passado com a mensagem "he must win" (ele deve ganhar).

Durante os eventos do primeiro torneio por Shang Tsung, a versão do passado do Raiden vê visões do futuro do agora partido amuleto. Raiden chega á conclusão que o lutador Liu Kang vai ganhar o torneio e salvar Earthrealm de Outworld. Apesar de Liu Kang suceder, o amuleto de Raiden continua a deteriorar-se, um sinal que os eventos do futuro continuam sem mudar. Desapontado com a derrota de Outworld, Shao Kahn ordena a execução de Shang Tsung, mas muda de ideia quando o feiticeiro sugere um segundo torneio em Outworld. Raiden tenta mudar a linha do tempo substituindo Liu Kang por Kung Lao como campeão do segundo tournament. Shao Kahn, no entanto, mata Kung Lao após a sua vitória, com Liu Kang a retaliar, matando o vilão. Apesar disso, o amuleto de Raiden continua a deteriorar-se.

Curado pelo feiticeiro Quan Chi, Shao Kahn alia-se com ele (Quan Chi) e invade Earthrealm. Nightwolf, Raiden e Liu Kang (entre outros) unem-se na tentativa de parar Shao Kahn, mas muitos dos seus aliados são mortos pela agora ressuscitada mulher de Shao Kahn, Sindel, Shao Kahn desintegra Shang Tsung e dá seu poder a Sindel. Na tentativa de matar Sindel, Nightwolf sacrifica-se.

Raiden, confrontando Quan Chi e sabendo da sua aliança com Shao Kahn, chega á conclusão que a mensagem "he must win" refere ao próprio Shao Kahn - Se for permitido a unir Outworld e Earthrealm, será castigado pelos Elder Gods pela violação do código Mortal Kombat. Liu Kang, no entanto, culpa Raiden pela morte dos seus aliados e ataca Shao Kahn. Ao tentar preservar o futuro, Raiden fere acidentalmente Liu Kang, que acaba por morrer vítima dos ferimentos. Com culpa pela morte de Liu Kang, Raiden rende-se a Shao Kahn. Os Elder Gods interveem, usando Raiden para condenar e castigar Shao Kahn pela sua violação do código. Raiden fica aliviado com a morte e castigo de Kahn, mas se culpa pela morte dos outros guerreiros e por não ter chegado a tempo de ajuda-los, mas Sonya o consola dizendo que ele fez tudo que era possivel para proteger o mundo e que em guerras, baixas eram inevitáveis. Após ter morto Kahn, Raiden promete reconstruir Earthrealm com os sobreviventes Johnny Cage e Sonya Blade.

Em uma cena pós-créditos, descobre-se que Quan Chi está secretamente aliado com o seu mestre Shinnok, que planeja tomar vantagem do caos e da morte de Shao Kahn para conquistar Outworld e Earthrealm em nome de Netherrealm.

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

Screenshot de uma luta no jogo. Embaixo a Barra de Especial, uma em estado de X-Ray e outra em Super Move e do lado direito o contador de hits do sistema de Combo.

O jogo retorna as suas raízes, com lutas com movimentação completamente 2D, mas gráficos em 3D, onde não há mais possibilidade de se esquivar dos golpes andando para os lados e é o jogo mais rápido da série.[7] Ao invés do clássico controle com Soco e Chute, Alto e Baixo, terá um botão pra cada membro sendo Braço e Perna, Esquerda e Direita.[8]

O jogo conta com vários modos de jogo. O principal é o Kombate, onde permite lutas um contra um ou em duplas, permitindo até 4 jogadores lutarem na mesma partida. Outro modo de jogo é a Torre dos Desafios, que consiste em uma grande torre dividida em 300 partes, onde cada parte contém um desafio a ser completado com um personagem especifico. Alguns dos desafios que compões a torre são os Minigames Teste sua Força, em que o jogador deve apertar freneticamente os botões do controle com o objetivo de acumular força para quebrar certos objetos; o Teste seu Golpe, onde o jogador deve acumular uma quantidade muito precisa de força para quebrar somente o objeto que está em uma pilha; o Teste sua Sorte, onde uma roleta sorteia várias condições especiais para a luta; e o Teste sua Percepção, onde um objeto é escondido em um dos vários copos/crânios e são embaralhados e cabe ao jogador descobrir onde estão.

Durante as lutas foram adicionados vários novos sistemas e alguns reformulados, como os combos, onde pode-se ligar quase todos os golpes tendo poucos golpes que não tem ligação ou combos já programados e alguns personagens podem usar armas durante eles. Além disso os combos podem ser ligados com o parceiro no modo Tag-Team, assim criando sequencias únicas com dois personagens. Ao jogo também foi adicionada uma barra, que é usada para fazer movimentos especiais. Ela dividida em 3 níveis que podem respectivamente tornar os golpes especiais mais fortes, revidar um golpe e o Movimento de Raio-X, um combo mostrando os danos causados pelos golpes diretamente nos ossos e órgãos dos adversários, podendo retirar até 50% da vida do oponente dependendo do personagem.[9] [10] E por fim também há os Golpes Finais, um movimento em que se faz uma sequência de botões para finalizar o oponente de uma forma violenta, além dos movimentos finais de cada personagem, há o Fatality de Arena ou Stage Fatality, agora inovado, ao invés de simplesmente desferir um uppercut no oponente, o jogador executa um movimento que o leva a uma morte consequente (Ex: Na floresta viva, ao invés de dar um gancho no oponente, o personagem o agarra pelo ombro e o braço e o arremessa na boca de uma árvore que mastiga até que as pernas quebrem e se desprendam do corpo). Há também a inclusão do famoso Babality, em que o oponente volta a ser um bebê chorão. (Ex: Reptile, quando é pego por um, torna-se um ovo de réptil e eclode, tornando-se um "bebê-réptil", começando a chorar e cuspir ácido).

O jogo também conta com um sistema Online muito amplo, onde além de permitir que dispute partidas contra outras pessoas via Xbox Live e PSN, pode-se compartilhar as informações de jogo e o progresso no Facebook e Twitter, numa tentativa de recriar a sensação de se socializar nos antigos Arcades. Além do modo Kombate o jogo conta com um modo exclusivo para os jogos onlines, o King of the Hill onde oito jogadores se alternam em lutas, e os espectadores podem comentar e classificar os lutadores.

Personagens[editar | editar código-fonte]

Esquema da tela de seleção de personagens.

Ed Boon mencionou em uma entrevista à IGN que o jogo será centrado nos personagens de Mortal Kombat, Mortal Kombat 2 e Mortal Kombat 3. "Se você tem um personagem favorito dos jogos, provavelmente você verá ele ou ela no jogo".[11] O jogo conta com 27 personagens, sendo eles Baraka, Cyrax, Ermac, Jade, Jax, Johnny Cage, Kabal, Kano, Kitana, Kung Lao, Liu Kang, Mileena, Nightwolf, Noob Saibot, Quan Chi, Raiden, Reptile, Scorpion, Sektor, Shang Tsung, Sheeva, Sindel, Smoke, Sonya Blade, Stryker, Sub-Zero e sua forma alternativa, Cyber Sub-Zero.

Goro, Kintaro e Shao Kahn também aparecem no jogo, mas como personagens não jogáveis e como chefes. O personagem Kratos, da série God of War, também está disponível como personagem jogável na versão de Playstation 3.[12] . Personagens também serão adicionados via DLC, sendo eles até agora 4, Kenshi, Skarlet, Rain e Freddy Krueger, cada um com apenas uma roupa, mas com movimentos e finalizações próprios. Além disso, alguns personagens dos jogos anteriores fazem participação, mas não como personagens jogáveis e sim em arenas e animações durante o jogo, como por exemplo Skarlet e Tanya que aparecem acorrentadas na Arena de Shao Kahn, exceto quando Skarlet está em luta, nesse caso Kitana aparece acorrentada, ou os lutadores Daegon, Kenshi, Reiko, Frost e Sareena lutam entre si aleatoriamente na arena O Fosso. Motaro, que faria parte do jogo, foi cortado, mas ele aparece no Modo História, porém, sua participação é apenas discreta, sem nenhuma importância.

Os desenvolvedores da equipe afirmaram que os personagens foram criados com a intenção de tornar cada personagem único. Com essa ideia, os desenvolvedores deram a cada personagem animações individuais para levantar-se, para entrar na luta e sair da arena, além de uma fighting stance própria. John Edwards diz que se focaram na individualidade, assim, cada personagem é diferente do outro, mais fraco e rápido ou mais forte e lento, mas ofensivo ou mais defensivo, entre outros.[9] Foi afirmado também que nenhum personagem terá animações compartilhadas.[13] O produtor de Mortal Kombat, Shaun Himmerick, afirmou que o projeto interno e externo dos personagens levou cerca de "dois meses a dez semanas", citando que os personagens não podem ser iguais por dentro, como Reptile e Mileena, que têm estruturas faciais únicas e personagens robóticos que tem cabos ao invés de tendões.[14]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Tela de seleção de personagens apresentado ainda no início da produção do jogo.

Mortal Kombat foi sugerido por Ed Boon, em janeiro de 2009, logo após o lançamento do jogo anterior da franquia, Mortal Kombat vs. DC Universe.[15] Em uma entrevista de novembro de 2008, Boon declarou que acreditava que o desempenho de Mortal Kombat vs DC Universe iria refletir sobre o que seria colocado "no próximo jogo", presumivelmente Mortal Kombat 9.[16] Em 18 de Agosto de 2009, Boon confirmou na sua página do Twitter que estavam fazendo captura de movimentos para o jogo. Ele também revelou que o jogo não teria super-heróis,[17] eliminando imediantamente a chance de uma sequência do Mortal Kombat vs. DC Universe. Mais tarde descobriu-se que esperavam que Dan Forden retorna-se como o compositor de música para o jogo.[18]

No final de 2009, Ed Boon disse que eles estavam voltando às suas origens sangrentas [19] e eles estavam tentando ter uma classificação "Mature", ao contrário da classificação "Teen" alcançada pelo jogo anterior. Ele ainda questionou se estava indo longe demais e mostrou preocupação de cruzar a classificação "Adult Only".[20] [21] Mortal Kombat foi anunciado oficialmente em 10 de Junho de 2010 com versões para Xbox 360 e PlayStation 3 em 2011.[22] Um trailer foi liberado no mesmo dia, o que mostrou o jogo voltou a sua jogabilidade 2D e também apresentou outros novos recursos, incluindo um modo Tag Team.[23] Em 31 de agosto de 2010, um trailer do jogo surgiu na IGN, intitulado "Shadows", para a versão de Playstation 3 do jogo. Ele inclui uma das novas faixas da banda Disturbed chamada "Another Way to Die".[24] [25]

Em 28 de setembro de 2010, uma contagem regressiva foi iniciada no site oficial do Mortal Kombat que terminaria na segunda-feira de 11 de outubro de 2010. As palavras, "Kombat Begins In..." foram colocados acima da contagem regressiva.[26] Após a contagem regressiva terminar, um link foi adicionado a página do Facebook. Um aplicativo do Facebook também foi lançado que mostra um pequeno trailer mais recente do jogo.[27] [28] Em 4 de outubro de 2010, uma bio da arena The Pit foi lançada, mostrando o processo de criação da arena The Pit nos jogos passados e a evolução dele ao longo dos anos.[29] Um vídeo similar foi lançado em 12 de novembro de 2010, desta vez sobre a arena "Living Forest", dando informações sobre o processo de criação e sua evolução através dos títulos da série Mortal Kombat.[30] Em 19 de outubro de 2010, um novo teaser foi lançado, sob a forma de uma biografia do personagem Scorpion.[31] Em 12 de novembro de 2010, outro teaser foi lançado, desta vez de Sub-Zero.[32]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

O Mortal Kombat estava disponivel por pré-encomenda em três diferentes versões: "Standard Edition", "Kollector's Edition" e "Tournament Edition". A Standard Edition consistia em uma cópia do Mortal Kombat. Já a Kollector's Edition continha uma cópia do Mortal Kombat, Action-Figures do Sub-Zero e Scorpion, um livro de artes conceituais e um traje e fatality clássico para download. O Tournament Edition é o mesmo que o Kollector's Edition , mas ao em vez de ter Action-Figures e o livro, contém um Arcade Stick. Fazendo a compra do jogo nas lojas GameStop, Best Buy e Amazon.com podia-se adquirir o traje e fatality clássico de Scorpion, Sub-Zero e Reptile, respectivamente.[2]

Design[editar | editar código-fonte]

Embalagem da versão Kollector's Edition.

O desenvolvimento de Mortal Kombat foi iniciado logo após o lançamento de Mortal Kombat vs. DC Universe.[14] Sendo o primeiro título da série Mortal Kombat a ser anunciado sob o nome da Warner Bros,[33] Os desenvolvedores logo mostraram que queriam envolver os fãs dos antigos jogos na nova geração de jogos da série Mortal Kombat. Os desenvolvedores criaram contas no Twitter e visitaram fóruns para descobrir o que os fãs queriam em um novo Mortal Kombat. Enquanto faziam a pesquisa, os desenvolvedores descobriram que as características mais desejada para um novo Mortal Kombat era: o retorno a um jogo com classificação para Adultos com sangue e violência, um profundo mecanismo de luta e muitas mortes. Os desenvolvedores decidiram que estas características eram as que deveriam ser incluidas no novo jogo.[34] Quando perguntado sobre a influência da Warner Bros sobre Mortal Kombat, Boon respondeu, "nada mais que positivo", afirmando que a Warner Bros queria dar a NetherRealm Studios tempo suficiente para lançar um jogo de qualidade quando a equipe estivesse confiante o bastante para o lançamento.[35]

O desenvolvimento dos fatalities foi feito em forma de reuniões, onde os membros da equipe mostravam suas ideias para o resto da equipe. Se o conceito fosse bem recebido, em seguida, a equipe procuraria incluir-lo no jogo, no entanto, alguns conceitos não passariam se fossem considerados preocupantes pela equipe.[36]

As Fatality regressam em Mortal Kombat.

O Motor de jogo de Mortal Kombat é uma versão fortemente modificada do Unreal Engine 3, semelhante ao mecanismo usado pelo seu antecessor, Mortal Kombat vs. DC Universe.[11] Para o Mortal Kombat, os desenvolvedores criaram novos mecanismos para criar uma experiência mais imersiva. Para criar um mecanismo de combate mais profundo, os desenvolvedores recriaram o motor de jogo inteiro lutando para que ele se restringi-se somente a um plano de luta 2D.[34] O Produtor Sênior, Hans Lo, declarou na Gamescom 2010 que a mudança de estilo de jogabilidade 3D para o 2D foi vantajoso para Mortal Kombat, dizendo que "libera mais os processadores" e listando as melhorias gráficas que poderiam ser feitas nos personagens e arenas, podendo também aumentar a velocidade do jogo.[37] Um novo mecanismo para o Mortal Kombat é a inclusão de "física de sangue" em que o sangue que os personagens perdem durante a luta comporta-se naturalmente ao contrário de jogos anteriores, onde o sangue sai voando e cai sobre o adversário ou no piso.[14] As arenas foram criados com, pelo menos, "uma característica única", assim tornando cada arena única.[38] Especificamente arenas como o deserto terão uma física que permitirá um movimento mais realista da areia, enquanto os personagens se movem nela.[14]

Foi revelado na conferência de imprensa da Sony na E3 que Mortal Kombat será compativel com o modo 3D.[39] Ed Boon disse que, ao lidar com a capacidade 3D, eles tiveram que colocar mais atenção nos elementos que aparecem entre o jogador e a câmera, para não obstruir a jogabilidade.[40] Ed Boon declarou em entrevista ao site Kotaku que o modo de extras, "The Krypt" dos jogos anteriores voltará em Mortal Kombat e terá um "sistema complexo e sofisticado para desbloqueá-los."[41] Mortal Kombat tem tantos itens desbloqueáveis, que de acordo com Boon "envergonha os outros jogos da série".[38] Em uma entrevista a Game Informer, Ed Boon disse que a equipe de desenvolvimento pretende incluir alguns elementos humorístico no jogo usando o "Toasty" e os Babalities como exemplos, mas não pretendem exagerar neles.[42] Ed Boon disse que a equipe está pretendendo criar uma versão para PCs, já que "parece ter um grande mercado na Europa".[6]

Conteúdo transferível[editar | editar código-fonte]

A equipe de desenvolvimento de Mortal Kombat planeja adicionar Downloadable Content (DLC) ao jogo. Alguns exemplos de prováveis DLCs são personagens, arenas, e fatalities.[43] [44] Para o download de personagens, eles planejam usar o DLC para colocarem personagens do Mortal Kombat 4 em diante e personagens jamais vistos na série. Ed Boon explicou que não será necessario comprar um código separado do jogo para desbloquear os DLCs.[45] A equipe de desenvolvimento declarou que um problema que surge com os DLCs é como os jogadores que não tem certos DLCs poderão jogar com os que tem esses conteúdos. Uma ideia que surgiu para corrigir esse problema seria que todos os jogadores poderiam baixar estes conteúdos gratuitamente, mas os desenvolvedores continuam a dizer que a solução para esta questão ainda está para ser encontrada. Até o momento os personagens disponíveis para download são: Kenshi, o Espadachin Cego; Skarlet, A Guerreira e Rastreadora feita de Sangue; Rain, O Principe de Edenia; e Freddy Krueger, o Ladrão de Sonhos.[6]

Modo Online[editar | editar código-fonte]

Os desenvolvedores do Mortal Kombat afirmaram que o modo online para o jogo é uma das principais prioridades,[46] o que os editores da GamePro chamaram de "medida inteligente",[19] e em Janeiro de 2010 uma screenshot da PSN ID de Ed Boon foi publicada, o que sugeriu que os testes do modo online de Mortal Kombat já havia sido iniciado.[47] A equipe de desenvolvimento demonstrou interesse em associar a jogabilidade online com a capacidade de fazer com que o Facebook e ao Twitter se atualiza-se mostrando o progresso do jogador, como os resultados das partidas online. Os desenvolvedores querem utilizar esses recursos online para recriar a sensação de conviver com jogadores em um arcade.[48]

Komplete Edition[editar | editar código-fonte]

Em Janeiro de 2012, a Warner Bros. Interactive Entertainment anunciou Mortal Kombat: Komplete Edition, que foi lançado em Fevereiro de 2012 na América do Norte e em Março de 2012 no Reino Unido. Descrito como "uma versão de conteúdo rico", contém o jogo e todo o conteúdo transferível disponível. A edição norte americana inclui também códigos para o álbum Mortal Kombat: Songs Inspired By The Warriors bem com o filme de 1995 Mortal Kombat (via PlayStation Store ou Xbox Live). O lançamento europeu não inclui os códigos para o filme e para a banda sonora.[50]

A versão de PlayStation Vita de Mortal Kombat contém o conteúdo da Komplete Edition e inclui novos equipamentos bem como o novo modo: Challenge Tower, que não estavam disponíveis nas versões das consolas.[51] [52] Foi lançado a 1 de maio de 2012 na América do Norte e a 4 de maio na Europa.[53] A versão de PlayStation Vita não foi lançada na Austrália. A versão de PC possui todos os jogadores, os 4 oferecidos para download e mais os itens personalizáveis.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Pré-Lançamento[editar | editar código-fonte]

A PC Magazine classificou o novo jogo da série Mortal Kombat como um dos mais aguardados da E3.[54] O estande do Mortal Kombat na E3 2010 recebeu os prêmios "Melhor Jogo de Luta da E3" e "Melhor Demonstração da E3" pela GameSpot,[55] [56] [57] e o prêmio "Melhor Jogo de Luta da E3" pela GameTrailers.[58] A GameSpy anunciouMortal Kombat como "O Jogo de Luta do Show" no "Best of E3 2010".[59] A Game Informer classificou Mortal Kombat como o melhor jogo de luta da E3 2010.[60] A Game Informer classificouMortal Kombat como o oitavo no "E3 Hot 50" chamando Mortal Kombat de "...o jogo mais violento de todos os tempos..."[61] Mortal Kombat foi nomeado para o prêmio de melhor jogo de luta da E3 2010 pela Game Critics Awards, mas perdeu para Marvel vs. Capcom 3: Fate of Two Worlds.[62] [63] Na PAX 2010, Mortal Kombat conquistou o prêmio de "Melhor do Show" pela Destructoid.[64]

 Mortal Kombat
Resenha crítica
Publicação Nota
1UP A- [65]
G4 5 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svg[66]
GameInformer 9.5 [67]
GameSpot 8.5 [68]
GamesRadar 8/10 [69]
GameTrailers 9.4 [70]
IGN 8.0[71]
Machinima 9.0[72]
Eurogamer 7/10 [73]
Pontuação global
Publicação Nota média
Metacritic 86 [74]

Pós-Lançamento[editar | editar código-fonte]

Mortal Kombat ganhou o prêmio de Melhor Jogo de Luta no Spike Video Game Awards 2011.

Referências

  1. Official Website. Mortal Kombat software. Página visitada em 2010-6-10.
  2. a b c Kollector's and Tournament Editions announced
  3. [1]
  4. Play This Sick Filth. Teletext. Página visitada em 2009-08-15.
  5. "Mortal Kombat team sheds Midway skin for 'WB Games Chicago'", Joystiq, 2009-07-27. Página visitada em 2009-07-27.
  6. a b c McWhertor, Michael (2010-08-21). Mortal Kombat's Post-Launch Balancing, Add-on Character & PC Plans. Kotaku. Página visitada em 2010-08-31.
  7. Webster, Andrew (2010-08-23). A gruesome return to form: hands-on with Mortal Kombat. Ars Technica. Página visitada em 2010-08-28.
  8. MORTAL KOMBAT: Back to the Roots!. PSMania. Página visitada em 2010-08-16.
  9. a b Shamoon, Evan. . "Mortal Komeback" Summer 2010 (239): 32–39. EGM Media, LLC.
  10. Reiner, Andrew (2010-08-03). Mortal Kombat. GameInformer. Página visitada em 2010-08-03.
  11. a b "E3 2010: Mortal Kombat Preview", IGN, 2010-06-15. Página visitada em 2010-06-16.
  12. Plunkett, Luke (2010-12-07). Report: The God Of War Will Slaughter Mortal Kombat. Kotaku. Página visitada em 2010-12-08.
  13. Abrahams, Lee (2010-08-27). Gamescom 2010: Mortal Kombat Preview - Bloody Hell!. Xbox360Achievements. Página visitada em 2010-08-28.
  14. a b c d M.H. Williams (2010-09-22). Mortal Kombat Producer Very Happy With Warner Bros. Support. IndustryGamers. Página visitada em 2010-09-23.
  15. Mortal Kombat Ships 1.8 Million, MK9 In Development. Giant Bomb. Página visitada em 2009-08-15.
  16. Interview: Ed Boon on The Ups and Downs of the Mortal Kombat Franchise. GameDaily (2008-11-17). Página visitada em 2010-01-06.
  17. Mortal Kombat 9 Details Discussed on Twitter. Gamers' Daily News. Página visitada em 2009-08-15.
  18. Dan Forden Returning For MK9!. Fdmk.net. Página visitada em 2009-08-15.
  19. a b Shuman, Sid. (November 2009). "Static". GamePro. IDG Entertainment.
  20. Next 'Mortal Kombat' Back to its Roots With Sick Fatalities. WorthPlaying.
  21. Mortal Kombat 9 Planned for Mature Rating. Team Xbox. Página visitada em 2009-08-15.
  22. New Mortal Kombat Coming, Will Be Most Gory Ever. Kotaku (2010-06-10). Página visitada em 2010-06-10.
  23. The New Mortal Kombat Trailer Is Pure Brutality. Kotaku (2010-06-10). Página visitada em 2010-06-10.
  24. IGN Video: Mortal Kombat PlayStation 3 Trailer - Shadows Trailer. IGN (2010-08-31). Página visitada em 2010-08-31.
  25. Fahey, Mike (2010-09-01). Mortal Kombat Takes Its Shadow Boxing Seriously. Kotaku. Página visitada em 2010-09-06.
  26. Scalzo, John (2010-09-28). Official Mortal Kombat site kounting down to something. Gaming Target. Página visitada em 2010-10-07.
  27. Cork, Jeff (2010-10-12). Mortal Kombat Settling Into Kozy Li'l Online Nook. Game Informer. Página visitada em 2010-11-10.
  28. IGN Staff (2010-10-12). Mortal Kombat Launches New Website. IGN. Página visitada em 2010-11-10.
  29. Jackson, Mike (2010-10-04). Mortal Kombat trailer shows 'The Pit'. ComputerAndVideoGames. Página visitada em 2010-10-07.
  30. Mortal Kombat: Level of Living Forest. Console.ru (2010-11-12). Página visitada em 2010-11-13.
  31. Dumitrescu, Andrei (2010-10-19). Scorpion Trailer Released for New Mortal Kombat. Softpedia. Página visitada em 2010-10-20.
  32. Sharkey, Mike (2010-11-12). Mortal Kombat Sub-Zero Trailer. GameSpy. Página visitada em 2010-11-12.
  33. Molina, Brett (2010-06-10). Warner Bros. bringing back 'Mortal Kombat'. USA Today. Página visitada em 2010-06-13.
  34. a b Smith, Ryan (2010-08-23). Mortal Reboot: Interview with Mortal Kombat Co-Creator Ed Boon. GameSmith. Página visitada em 2010-08-24.
  35. Graft, Kris (2010-08-04). Back To Basics With Mortal Kombat. Gamasutra. Página visitada em 2010-08-06.
  36. Graft, Kris (2010-08-04). Back To Basics With Mortal Kombat. Gamasutra. Página visitada em 2010-08-06.
  37. Herter, Blair (2010-08-24). Mortal Kombat All Access Preview. G4TV. Página visitada em 2010-08-25.
  38. a b Mortal Kombat Hands-on Preview. ShackNews (2010-08-20). Página visitada em 2010-08-20.
  39. Johnson, Stephen (2010-06-15). Sony Announces 3D Titles. G4TV. Página visitada em 2010-06-15.
  40. Becker, Francois (2010-08-18). Gaming giants bet on 3D for next big boost. AFP. Página visitada em 2010-08-20.
  41. McWhertor, Michael (2010-08-24). What's Next For Mortal Kombat, NetherRealm Studios. Kotaku. Página visitada em 2010-08-24.
  42. Cork, Jeff (2010-08-27). A Konversation With Mortal Kombat's Ed Boon. GameInformer. Página visitada em 2010-08-28.
  43. Chester, Nick (2010-06-17). E3 10: Downloadable fatalities a possibility for Mortal Kombat. Destructoid. Página visitada em 2010-08-31. [ligação inativa]
  44. King, Ryan (2010-06-18). E3 2010: Mortal Kombat to get DLC fatalities?. Official Xbox Magazine. Página visitada em 2010-11-10.
  45. Pigna, Kris. Mortal Kombat Online Battling Will Not Be Patchy. UGO.com. Página visitada em 2010-08-31.
  46. "Next Mortal Kombat Will Prioritize Online Play", 1UP, 08-10-2009. Página visitada em 04-02-2010.
  47. Ed Boon spotted playing MK9 Online!! (2010-01-09). Página visitada em 2010-01-11.
  48. Parker, Laura (2010-09-07). The Future of Gaming: Social Games. GameSpot. Página visitada em 2010-10-07.
  49. [2]
  50. Dutton, Fred. Mortal Kombat Komplete Edition confirmed. Eurogamer. Página visitada em March 25, 2011.
  51. Yoon, Andrew (February 3, 2012). Mortal Kombat Vita's uncomfortable new challenges detailed. Shack News. Página visitada em March 25, 2011.
  52. BBFC (February 06, 2012). Title British Board of Film Classification. BBFC. Página visitada em March 29, 2012.
  53. Michetti, Nick (March 30, 2012). Mortal Kombat Vita US & UK Release Dates Announced. PlayStation LifeStyle. Página visitada em March 31, 2012.
  54. Wilson, Jeremy (2010-06-11). E3 2010: The Most Anticipated Games. PC Magazine. Página visitada em 2010-06-13.
  55. Best Fighting Game - GameSpot's Best of E3 2010 Awards
  56. Best Stage Demo - GameSpot's Best of E3 2010 Awards
  57. O'Kelly, Justin (2010-07-01). GameSpot Announces The Best of E3. CBS Interactive. Página visitada em 2010-08-06.
  58. Best Of E3 2010 Awards Video Game, Best Fighting Game. GameTrailers (2010-07-01). Página visitada em 2010-08-06.
  59. GameSpy Staff (2010-06-25). GameSpy's Best of E3 2010 Awards. GameSpy. Página visitada em 2010-08-06.
  60. Ryckert, Dan (2010-06-25). Game Informer's Best Of E3 Awards. GameInformer. Página visitada em 2010-07-12.
  61. Reiner, Andrew. "Mortal Kombat", Game Informer, August 2010, pp. 68–69.
  62. Game Critics Awards E3 2010 Nominees. Game Critics Awards. Página visitada em 2010-08-03.
  63. Game Critics Awards E3 2010 Winners. Game Critics Awards. Página visitada em 2010-08-03.
  64. PAX 10: Destructoid Best of Show Awards. Destructoid (2010-09-08). Página visitada em 2010-10-01.
  65. Mortal Kombat. 1UP TV (2011-04-19).
  66. Mortal Kombat. G4 TV (2011-04-19).
  67. Mortal Kombat. GI TV (2011-04-19).
  68. Mortal Kombat Review. GameSpot.com (2011-04-20).
  69. http://www.gamesradar.com/xbox360/mortal-kombat-2011/review/mortal-kombat-review/a-2011041822464379342652/g-2010061085535550091
  70. Mortal Kombat Video Game, Review. GameTrailers.com (2011-04-19).
  71. Mortal Kombat Review. IGN.com (2011-04-19).
  72. Mortal Kombat Review. Machinima.com (2011-04-19).
  73. Mortal Kombat Review. Eurogamer (2011-04-20).
  74. Mortal Kombat for Xbox 360 Reviews, Ratings, Credits and More at Metacritic. Metacritic.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]