Moscatel de Setúbal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Appellation Terras do Sado.png

Moscatel de Setúbal é uma Denominação de Origem Controlada, (DOC) portuguesa conhecida pelos vinhos generosos produzidos de castas moscatel na origem demarcada com centro em Azeitão. A região, que usufrui de um clima misto, sub-tropical e mediterrânico, influenciado pela proximidade do mar e dos rios Tejo e Sado, foi demarcada em 1907/1908

Características[editar | editar código-fonte]

O Moscatel de Setúbal é um vinho licoroso, com uma graduação entre 17º e 18º. A cor varia do topázio claro ao topázio queimado e quando velho ganha um inconfundível perfume. Existem dois tipos de Moscatel de Setúbal, o branco e o roxo, mais raro. As designações tradicionais "Moscatel de Setúbal" e "Roxo" estão reservadas para os vinhos DOC Setúbal elaborados com, pelo menos, 67% de mosto proveniente destas castas. A menção "Superior" pode ser utilizada como designativo de qualidade.[1]

A certificação da DOC Setúbal é feita pela Comissão Vitivinícola Regional da Península de Setúbal. Ver: www.moscateldesetubal.com

Castas[editar | editar código-fonte]

  • Principais castas tintas: Moscatel Galego Roxo[1]
  • Principais castas brancas: Moscatel de Setúbal (Moscatel Graúdo)

Área geográfica[editar | editar código-fonte]

A área geográfica correspondente à Denominação de Origem "Setúbal" abrange os concelhos de Palmela, Setúbal e parte da freguesia de Nossa Senhora do Castelo, do concelho de Sesimbra.

Notas[editar | editar código-fonte]


Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Vinhos é um esboço relacionado ao Projeto Vinhos. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.