Mosinópolis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ruína de uma igreja em Mosinópolis.

Mosinópolis (em grego: Μοσυνόπολις; em búlgaro: Мосинопол or Месинопол), conhecida na Antiguidade Tardia como Maximianópolis (Μαξιμιανούπολις), foi uma cidade bizantina na Trácia, no curso da Via Egnácia perto da moderna cidade grega de Komotini. Ela foi destruída pelo tsar búlgaro Kaloyan em 1207[1] depois de uma vitória sobre o Império Latino na batalha de Mosinópolis. O monge Efrém[2] afirma que ela foi tomada por Frederico I em 1190.

História eclesiástica[editar | editar código-fonte]

A sé episcopal da cidade era sufragânea de Trajanópolis, a capital da antiga província de Ródope.

Apenas um único bispo é conhecido pelo nome, Paulo, que compareceu ao concílio de 879 que retornou Fócio ao Patriarcado de Constantinopla[3] . Ela também foi mencionada nas Notitiae Episcopatuum de Leão VI, o Sábio, de 900[4] ; de 940[5] e de 1170 com o nome Misinoupolis[6] .

Mosinópolis ainda é uma sé titular da Igreja Católica Romana, citada por vezes com o nome italiano de Mosinopoli.[7] .

Referências

  1. Kiel, Machiel. (1971). "Observations on the History of Northern Greece during the Turkish Rule: Historical and Architectural Description of the Turkish Monuments of Komotini and Serres, their place in the Development of Ottoman Turkish Architecture and their Present Condition". Balkan Studies 12: 417.
  2. Cæsares, V. 5695, in Patrologia Graeca, CXLIII, 216.
  3. Le Quien, Oriens christianus, I, 1205.
  4. Heinrich Gelzer, Ungedruckte ... Notitiæ episcopatuum, 558.
  5. Gelzer, Georgii Cyprii Descriptio orbis Romani, 79.
  6. Parthey, Hierocles Synecdemus, 122.
  7. http://www.catholic-hierarchy.org/diocese/d3m55.html

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Mosinópolis