Mossô

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fazer merge com Bambu-chinês e centralizar todos em Phyllostachys edulis.
Como ler uma caixa taxonómicaPhyllostachys edulis
20040413 Phyllostachys Pubescens heterocycla.JPG

Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Liliopsida
Ordem: Poales
Família: Poaceae
Género: Phyllostachys
Espécie: P. edulis
Nome binomial
Phyllostachys edulis
(Carrière) J.Houz., 1906
Sinónimos
  • Phyllostachys pubescens
    Mazel ex J.Houz.
  • Phyllostachys heterocycla
    (Carrière) Mitford.
  • Phyllostachys mitis
    Auctt. non Rivière. & C. Rivière.
  • Bambusa edulis
    Carrière
  • Bambusa heterocycla
    Carrière

Mossô (Phyllostachys Pubescens) é um tipo de bambu de caule curvilíneo, originário da China, onde é a espécie mais cultivada, mas se adapta aos mais diversos climas e altitudes.[1]

Formato[editar | editar código-fonte]

Na natureza essa planta pode atingir vinte metros de altura. Não forma touceiras como a maioria dos bambus. Para utilização em interiores foi necessário reduzir seu tamanho e modificar o sua forma. Através de uma técnica simples de amarração é possível criar curvas flexionando o caule do mossô criando uma atmosfera oriental.

Floração[editar | editar código-fonte]

Nessa espécie a floração ocorre a cada 60-70 anos. Logo após este ciclo a planta morre devido ao definitivo esforço para produzir a florada. Desenvolve-se bem a pleno sol ou em interiores bem iluminados.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre gramíneas (família Poaceae), integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.