Mosteiro de São Miguel de Refojos de Basto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mosteiro de São Miguel de Refojos de Basto,
Mosteiro de São Miguel de Refojos de Basto: vista lateral.

O Mosteiro de São Miguel de Refojos de Basto, também referido como Convento de Refóios, localiza-se na freguesia de Refojos de Basto, concelho de Cabeceiras de Basto, distrito de Braga, em Portugal.[1]

História[editar | editar código-fonte]

O primeiro documento relativo ao Mosteiro data de 1122. Pouco mais tarde, em 1131, D. Afonso Henriques concedeu carta de couto ao mosteiro.[1]

As obras do atual edifício tiveram início em 1755, sendo acordadas entre o arquiteto bracarense André Soares e o então abade, Frei Francisco de São José. Na fase final das obras registou-se a chegada ao mosteiro de Frei José de Santo António Vilaça, que ali trabalhou de 1764 a 1770.[1]

Com a a extinção das ordens religiosas (1834), o Estado alienou o imóvel.

O conjunto da igreja e sacristia encontra-se classificado como Imóvel de Interesse Público desde 31 de Agosto de 1933.[1]

Características[editar | editar código-fonte]

A fachada da igreja distingue-se pelas suas grandes dimensões. Nos lados direito e esquerdo estão colocadas as estátuas em tamanho natural do fundador da Ordem de São BentoSão Bento de Núrcia -, e de Santa Escolástica.[1]

Referências

  1. a b c d e Igreja e sacristia do Convento de Refóios IGESPAR. Visitado em 14 de Outubro de 2013.

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Mosteiro de São Miguel de Refojos de Basto


Ícone de esboço Este artigo sobre Património de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.