Motorola 680x0

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Motorola 680x0/0x0/m68k/68k/68K é uma família de microprocessadores CISC 32-bit utilizados em uma ampla gama de dispositivos, concorrendo principalmente com a família x86 da Intel.

Membros da família 680x0[editar | editar código-fonte]

Primeira geração[editar | editar código-fonte]

Segunda geração (totalmente 32-bit)[editar | editar código-fonte]

Terceira geração (totalmente 32-bit)[editar | editar código-fonte]

Quarta geração (totalmente 32-bit)[editar | editar código-fonte]

Outros[editar | editar código-fonte]

Principais usos[editar | editar código-fonte]

A família 680x0 de processadores foi usada em uma gama de sistemas, desde a calculadora TI-89 da Texas Instruments até sistemas de controles do Ônibus Espacial. No entanto, ela se tornou conhecida como uma linha de processadores para computadores pessoais como o Apple Macintosh, o Commodore Amiga, o Atari ST entre outros.

Esses sistemas ou saíram de linha (caso do Atari ST) ou passaram a usar outras famílias de processadores (caso dos Amiga e dos Macintoshes), não sendo mais desenvolvidos pelos seus fabricantes originais. Apesar disso, alguns sistemas operacionais como Debian, NetBSD e OpenBSD ainda são compatíveis com os processadores 680x0.

Além dos computadores pessoais, os 680x0 foram muito utilizados em videogames como Sega Mega Drive, SNK Neo-Geo e Atari Jaguar como unidade central de processamento (CPU). Outros os utilizaram como processadores auxiliares, caso do Sega Saturn onde realizam funções de áudio e entrada/saída.

Variações[editar | editar código-fonte]

Após a família principal cair em desuso como microprocessadores, passou a ser utilizada como microcontroladores ou sistemas embarcados. Entre eles estão CPU32 (também conhecido como Motorola 68330), ColdFire e DragonBall.

Concorrentes[editar | editar código-fonte]

Os principais concorrentes no mercado de computadores pessoais para a primeira geração foram os processadores Intel IA-16 de arquitetura x86 como os 8086/8088 e 80286. Para a segunda geração 680x0 os Intel 80386 e para a quarta geração 680x0 os Intel 80486. A quarta geração chegou a disputar mercado com os processadores Pentium, mas já naquela época o mercado passava a migrar para a arquitetura PowerPC, sinalizando o fim dos 680x0 como CPUs.