Moulinsart

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde agosto de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Imagem modificada do Château de Cheverny

Moulinsart ("Molensloot" em lingua flamenga e Holandês, ou Marlinspike, em Inglès), é o nome da localidade onde fica o Château de Moulinsart, propriedade oferecida pelo rei de França Luís XIV ao Cavaleiro de Hadoque, mais tarde foi comprada pelos irmãos Pardal, e no album O Segredo do Licorne este volta novamente para a família Haddock, desta vez comprado pelo Capitão Haddock. É um palácio fictício da série de banda desenhada As Aventuras de Tintim, surgindo pela primeira vez em O Segredo do Licorne.

Este palácio foi inspirado Château de Cheverny. O nome em francês deriva de Sart-Moulin, uma povoação perto de Braine-l'Alleud em Brabante Vallão, na Bélgica.

Marlinspike/Moulinsart proporciona uma base de apoio à qual Tintim e Capitão Haddock deixam ou regressam depois de viverem as suas aventuras. Em As jóias de Castafiore, toda a acção tem lugar na casa e seus jardins. Marlinspike apresenta-se como uma grande e luxuriosa residência, contendo inúmeras obras de arte, tesouros e recordações da família do Capitão Haddock e mobília antiga. Os jardins são literalmente um parque de grande extensão, com um jardim de roseiras, um muro alto a rodear toda a propriedade e, pelo menos, dois grandes portões de ferro forjado.