Adventismo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Movimento adventista)
Ir para: navegação, pesquisa

Adventismo é um movimento religioso cristão iniciado no século XIX, dentro do contexto do Segundo Grande Reavivamento dos Estados Unidos. O nome refere-se a crença na iminente segunda vinda de Jesus à Terra. O movimento começou com Guilherme Miller, cujos seguidores ficaram conhecidos como Mileritas. O Adventismo surgiu após a interpretação bíblica de Guilherme Miller de que as profecias da Bíblia se cumpririam na década de 1840. Hoje, a maior igreja dentro do movimento é a Igreja Adventista do Sétimo Dia.

A família de igrejas adventistas são consideradas como protestantes conservadoras.[1] Embora tenham muito em comum, como uma hermenêutica voltada à escatologia, a teologia delas difere em vários aspectos como o estado inconsciente (ou consciente) dos mortos, ao castigo dos ímpios ser aniquilação ou tormento eterno, a natureza da imortalidade, regulação dietárias, guarda do sábado, a ressurreição dos ímpios e a divergência se o santuário de Daniel 8 se refere ao que está no céu ou na terra.

Origens[editar | editar código-fonte]

A fundação do adventismo está associada a um período de efervescência religiosa nos Estados Unidos no final do século XVIII e primeira metade do século XIX, no nordeste dos Estados Unidos. Deste modo, o surgimento das Sociedades Bíblicas, o não conformismo com o sistema religioso estabelecido, reuniões de reavivamento (revivals), o estilo evangelístico e proselitista de religião permitiram o surgimento do movimento baseado na interpretação das profecias do Livro de Daniel 7 e 8 por Guilherme Miller, membro da Igreja Batista, e outros líderes religiosos estabelecendo o fim do mundo e o retorno de Jesus Cristo para 1843 e depois para 1844.

Pessoas de várias denominações religiosas aderiram a este movimento religioso, embora o mesmo não tivesse uma organização eclesiástica formal, e tivesse pessoas das mais diferentes vertentes protestantes. Após o que ficou conhecido como O Grande Desapontamento, o grupo se dispersou em outros menores. Alguns destes grupos permaneceram marcando datas posteriores para o retorno de Cristo. Outros não demonstraram interesse algum por religião instituída. Alguns voltaram para suas denominações de origem e se desculparam com os líderes, que em muitos casos, os haviam expulsado um pouco antes.[2] [3] [4]

Depois de uma reavaliação dos estudos de Miller, alguns desses grupos menores persistiram no estudo das profecias, mas, com uma nova interpretação ao retorno de Cristo, surgindo grupos como a Igreja Adventista do Sétimo Dia, as Igrejas de Deus Adventistas e a Igreja Cristã do Advento [5] . Em comum retiveram o senso da iminência da volta de Jesus Cristo.

Doutrina[editar | editar código-fonte]

Apoiando-se em textos bíblicos, esse grupo de pessoas defende que o retorno glorioso de Jesus Cristo que se dará de maneira iminente. Sua atuação missionária tem por base a ordem de Cristo dada no mesmo evangelho no Mateus 28:19: "Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos." Há diversos grupos adventistas e com consequentes variações em certos pontos doutrinários peculiares, alguns creem no sono da alma entre a morte e a ressurreição, outros incluem a guarda do sábado, regulação dietária, juízo investigativo, aniquilação da alma dos pecadores e outras doutrinas baseadas na hermenêutica da Bíblia.

Classificação de Grupos[editar | editar código-fonte]

Depois Conferência de Albany em 1845, onde 61 delegados compareceram, foi organizada a Associação Milenial Americana (American Millennial Association). Todavia não foi possível uma concordância doutrinária e nos subsequentes anos foram formando denominações dissidentes da Associação Milenial Americana. Em sumário, esses grupos consistem dos seguintes movimentos:

Adventistas Dominicais[editar | editar código-fonte]

  • Igreja Evangélica Adventista (Evangelical Adventist Church) - organizada em 1845, é a instituição herdeira da Associação Milenial Americana. Acredita na consciência da alma após a morte e que os justos ressucitarão primeiro, depois haverá um julgamento dos ímpios e a condenação desses no fogo eterno. Virtualmente extiguiu-se nos Estados Unidos depois de 1916.
  • Igreja Cristã do Advento (Advent Christian Church) - acredita na imortalidade condicional da alma e na aniquilação dos ímpios.
  • União do Advento e Vida (Life and Advent Union) - fundada por George Storrs em 1863, uniu-se com a Igreja Cristã do Advento em 1964.

Adventistas Sabatinos[editar | editar código-fonte]

Estudantes da Bíblia [7] [editar | editar código-fonte]

  • Crentes do Novo Pacto (1909)
  • Estudantes da Bíblia Associados (1917)
  • Instituto Bíblico Bereano (1917)
  • Sociedade do Anjo de Jeová de Bíblias e Tratados (1917)
  • Instituto Bíblico Pastoral (1918)
  • Movimento Missionário da Casa do Leigo (1918)
  • Associação dos Estudantes da Bíblia Intransigentes (1918)
  • Associação Cristã do Milénio (1928)
  • Associação dos Estudantes da Bíblia da Aurora (1932)
  • Associação dos Estudantes da Bíblia da Epifania
  • Igreja Milenial
  • Igreja do Reino de Deus
  • Verdadeiras Testemunhas de Jeová da Romênia
  • Testemunhas de Jeová

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Adventismo
  1. "Adventist and Sabbatarian (Hebraic) Churches" section (p. 256–276) in Frank S. Mead, Samuel S. Hill and Craig D. Atwood, Handbook of Denominations in the United States, 12th edn. Nashville: Abingdon Press
  2. Maxwell, Mervyn - História do Adventismo, CPB
  3. Maxwell, Mervyn - Magnificent Disappointment : What Really Happened in 1844...and Its Meaning for Today, Adventist Book Center New Jersey
  4. Douglass, Herbert E. - A Mensageira do Senhor, CPB
  5. MELTON, J. Gordon. Encyclopedia of American Religions.Thomson Gale: 7th edition, 2002
  6. dados de 30 de junho de 2010. Adventist Yearbook, edição 2011 [página 4 http://www.adventistarchives.org/docs/YB/YB2011.pdf
  7. Raines, Ken Jehovah's Witnesses: An Adventist and Russellite Offshoot

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Dick, Everett N. William Miller and the Advent Crisis, Berrien Springs: Andrews University Press, 1994.
  • Doan, Ruth Alden. The Miller Heresy, Millennialism, and American Culture, Philadelphia, PA: Temple University Press, 1987.
  • Frank S. Mead, Samuel S. Hill and Craig D. Atwood. "Adventist and Sabbatarian (Hebraic) Churches" section (p. 256–276) in Handbook of Denominations in the United States, 12th edn. Nashville: Abingdon Press
  • Melton, J.G. The Enciclopaedia of American Religions. California, 1996.