Mpule Kwelagobe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mpule Kwelagobe
Data de nascimento 4 de Novembro de 1979 (34 anos)
Local de nascimento Gaborone, Botswana
Nacionalidade Botsuana botsuanense
Etnia negra
Altura 1,83
Títulos Miss Universo 1999

Mpule Keneilwe Kwelagobe (Gaborone, 4 de novembro de 1979) é uma rainha da beleza e ativista botsuanense, eleita Miss Universo 1999. Foi a primeira africana negra coroada com este título, já que as duas anteriores, Margaret Gardiner, da África do Sul e Michelle McLean, da Namíbia, são brancas. Foi seguida em 2011 por Leila Lopes, de Angola. Desde sua coroação, Mpule sobressaiu-se como ativista dos Direitos Humanos, sendo honrada e reconhecida por seu trabalho contra a AIDS e pela advocacia dos direitos dos jovens e das mulheres a terem maior acesso à educação sobre sexo reprodutivo e serviços referentes a esta causa.[1]

Miss Universo[editar | editar código-fonte]

Mpule foi a primeira Miss Botswana e a primeira representante deste país num concurso de Miss Universo. Em 1997, ele representou o país no Miss Mundo, mas não conseguiu classificação. Foi então para Chaguaramas, em Trinidad e Tobago, representar o Botswana no Miss Universo, cuja final foi realizada em 26 de maio de 1999. Sem ser favorita, representando um pequeno país da África que pela primeira vez participava do evento, Mpule contagiou a todos com seu senso de humor, personalidade contagiante, respostas inteligentes, enorme sorriso e aparência exótica, derrotando outras 83 candidatas – o maior número até então de participantes no Miss Universo – e levando a coroa para seu país.[1] Esta foi também a primeira e única vez em que uma Miss Universo negra, Wendy Fitzwilliam, passou a coroa à outra Miss Universo negra, Mpule.

Vida posterior[editar | editar código-fonte]

Em 2000, após passar sua coroa, Mpule foi nomeada Embaixadora da Boa Vontade pela Organização das Nações Unidas, para trabalhar especialmente com jovens e com a conscientização e educação sobre o vírus da AIDS.[2] Entre outros, ela já fez discursos no Congresso dos Estados Unidos sobre o impacto socioeconômico da AIDS na África e propôs um projeto de lei para a criação de um fundo de prevenção à AIDS pelo Banco Mundial.

Hoje casada com um empresário novaiorquino e com um filho, Mpule já recebeu diversas honrarias como o Jonathan Mann Health Human Rights Award outorgado pela International Association of Physicians in AIDS Care (IAPAC), quando recebeu este prêmio junto com o ex-presidente norte-americano Bill Clinton.[3] Formada em Ciência Política e economia política internacional pela Universidade de Columbia, em 2006 ela foi selecionada pelo Fórum Econômico Mundial como uma dos Jovens Líderes Globais (Young Global Leaders - YGL) formado por pessoas de menos de 40 anos vindas de todos os continentes do mundo com o compromisso de dividir experiências locais e regionais para moldar um mundo melhor.[4]

Referências

  1. a b Mpule Kwelagobe - Miss Universe 1999 GlobalBeauties. Página visitada em 07/06/2013.
  2. MPULE KWELAGOBE UNFPA. Página visitada em 07/06/2013.
  3. INTENSIFYING HIV/AIDS PREVENTION UNFPA. Página visitada em 07/06/2013.
  4. Global Leader for Tomorrow mpule.com. Página visitada em 07/06/2013.


Precedido por
Wendy Fitzwilliam
Miss Universo
1999
Sucedido por
Lara Dutta