Mr. Big

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mr. Big
Mr. Big em 2011
Informação geral
Origem Los Angeles, Califórnia
País  Estados Unidos
Gênero(s) Hard rock, glam metal
Período em atividade 1988 - 2002
2009 (reunião) - atualmente
Gravadora(s) Atlantic Records
Página oficial www.MrBigSite.com
Integrantes Eric Martin
Pat Torpey
Billy Sheehan
Paul Gilbert
Ex-integrantes Richie Kotzen

Mr. Big é uma banda de hard rock norte-americana, formada em 1988 tendo como alguns dos sucessos "Addicted To That Rush", "To Be With You", "Green-Tinted Sixties Mind" e "Shine".

História[editar | editar código-fonte]

A banda Mr. Big começou em 1988 como um quarteto integrando Paul Gilbert (guitarra), Billy Sheehan (baixo), Eric Martin (vocal) e Pat Torpey (bateria). Todos os membros eram considerados, principalmente por colegas músicos e críticos, extremamente habilidosos e com um talento acima da média em seus respectivos instrumentos. Também experientes, Martin cantava desde os 10 anos e, mais tarde, fora líder da Eric Martin Band; Gilbert tocava desde os 9 e havia sido guitarrista da banda Racer X; Sheehan liderara o Talas, tocara na UFO e na banda solo do vocalista David Lee Roth; já Pat tocara com Robert Plant, John Parr e Belinda Carlisle.

O resultado desta união veio logo no primeiro ano, com o lançamento do álbum Mr.Big, pela Atlantic Records. O sucesso chegou cedo com as canções “Big Love” e “Addicted to That Rush”.

No ano seguinte, o grupo saiu em turnê e na volta, já começou a preparar o novo álbum, Lean Into It. As canções “Lucky This Time”, “Green-Tinted Sixties Mind” e “To Be With You” geraram grande repercussão e sucesso junto ao público. Esta última chegara, inclusive, ao topo das paradas em 1991. Dois anos depois chegava às lojas o terceiro disco, “Bump Ahead”. A turnê foi mundial e incluiu o Brasil, onde a banda tocou para 100 mil pessoas no festival M2000 Summer Concerts, junto com as bandas Rollins Band e os brasileiros do Dr. Sin e Raimundos[1] . Este show foi considerado por Paul Gilbert como o mais importante de sua carreira.

Em 1996, saiu o disco “Hey Man”, que não obteve o mesmo sucesso dos anteriores e Paul e Billy decidiram se dedicar a outros projetos. Paul lançou o primeiro disco solo, “King of Clubs”. Já Billy criou outra banda, a Niacin, de jazz e rock, com o tecladista John Novello e o baterista Dennis Chambers. A turnê do disco solo de Paul fez com que ele saísse da banda logo depois.

O grupo enfrentou conflitos internos desde o início, mas soube administrá-los para que nada atrapalhasse o trabalho. Eles decidiram tirar uma folga até que, em 1999, se reuniram novamente. Precisavam de um novo guitarrista e foi chamado o amigo Richie Kotzen, ex-Poison. Com a nova formação, o grupo entrou em estúdio e o resultado foi o disco “Get Over It”, que não obteve um bom retorno dos fãs.

Em 2000 Billy resolveu, então, gravar um novo álbum com a Niacin, “Deep”. No ano seguinte, começaram a gravar outro trabalho, “Actual Size”, mas os conflitos pioraram. O disco foi lançado no Japão, o que não evitou mais problemas. Havia discordância sobre o disco, o som, a turnê, entre muitos outros assuntos. A solução do grupo foi despedir Billy.

Assim que o produtor da turnê no Japão ficou sabendo da decisão do grupo, cancelou os shows. Uma nova reunião foi marcada e Billy concordou em tocar nos shows, mas não voltaria ao grupo se grandes mudanças não fossem feitas. Eles decidiram, então, que, após a turnê, a banda acabaria.

O último show em Tóquio foi registrado e lançado em CD e DVD: “Mr. Big in Japan”. Em 2003 ainda saiu um álbum tributo, “Influences and Connections”, em que os integrantes e músicos que influenciaram ou foram influenciados pelo grupo gravaram algumas das canções que marcaram a carreira do Mr. Big. O único a não participar do álbum foi Paul Gilbert.

Reunião em 2009[editar | editar código-fonte]

A formação original do Mr. Big celebrou o vigésimo aniversário do lançamento do seu primeiro álbum através de uma reunião para uma turnê no Japão.

Eric Martin, Billy Sheehan, Paul Gilbert e Pat Torpey confirmaram seus planos de reunião com o DJ Koh Sakai do programa japonês de rádio "Heavy Metal Syndicate". Gilbert disse em uma mensagem pré-gravada: "Mr. Big está junto de volta, todos membros originais, e iremos ao Japão tocar ao vivo. Então, venha conferir e detonar conosco".

Formação[editar | editar código-fonte]

Ex-membros[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum Detalhes Posições Paradas (Pico)
US
[2]
JP
[3]
UK
[4] [5]
Certificações
1989 Mr. Big 46 22 60 Gold (JP)
1991 Lean into It 15 6 28 Platinum (US, JP)
1993 Bump Ahead 82 4 61 Platinum (JP)
1996 Hey Man - 1 - Gold (JP)
2000 Get Over It - 5 - Gold (JP)
2001 Actual Size - 5 - -
2011 What If... - 7 117 -
"—"denota um lançamento que não entrou na parada musical, ou não foi lançado naquele país.

Álbuns ao vivo[editar | editar código-fonte]

Singles[editar | editar código-fonte]

Coletâneas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Festival M2000 Summer Concerts agita Santos no ano de 1994
  2. [http://www.billboard.com/artist/311873 /mr.+big/chart?f=305 Billboard 200 Album Charts]. Billboard Magazine. Accessed July 8, 2011.
  3. Oricon Album Charts for Mr. Big. Oricon. Accessed July 8, 2011.
  4. Roberts, David. British Hit Singles & Albums. 19th ed. London: Guinness World Records Limited, 2006. p. 371. ISBN 1-904994-10-5
  5. Chart Log UK: New Entries Update 5.02.2011 (wk4). Página visitada em 2011-08-09.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]