Mrs. Ples

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Face do crânio.

Mrs. Ples é o nome popular do mais completo esqueleto da espécie Australopithecus africanus encontrado na África do Sul. Muitos fósseis dessa espécie, que é considerada o parente mais distante do homo sapiens foram localizados no sítio arqueológico de Sterkfontein, por isso é considerado como berço da humanidade e patrimônio mundial. Ples foi descoberta pelo Dr. Robert Broom e John T. Robinson em 18 de Abril de 1947. O crânio tinha 485 centímetros cúbicos.[1] O número catalogada para defnição é STS 5. Este esqueleto possui uma idade estimada entre 2,6 e 2,8 milhões de anos.

O apelido Mrs. Ples foi derivado da expressão científica Plesianthropus transvaalensis, inicialmente batizado pelo Dr. Broom.

O sexo do esqueleto, não esta 100% definido, então Mrs. Ples (Senhora Ples) pode de fato ser Mr. Ples (Senhor Ples). Após análises de raio-x das raízes dos dentes de Mrs. Ples sugeriu que trata-se de um adolescente, deixando portanto sombras para que seja denominada como Miss Ples ou Master Ples[2] .

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. (em inglês) Endocranial Capacity of Early Hominids, Charles A. Lockwood, William H. Kimbel. Science 1 de janeiro de 1999: Vol. 283 no. 5398 p. 9
  2. [Herries, A.I.R., Shaw, J. 2011. Palaeomagnetic analysis of the Sterkfontein palaeocave deposits; age implications for the hominin fossils and stone tool industries. J. Human Evolution. 60, 523-539.]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]