Mucc

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
MUCC, Mukku
Mucc title japanese.png
Mucc jrock revolution.jpg
Mucc no J-Rock Revolution
Informação geral
País Japão Japão
Gênero(s) Hard rock, rock experimental, rock alternativo, metal alternativo
Período em atividade 1997[1] - em atividade
Gravadora(s) Danger Crue
Universal Music
Página oficial www.55-69.com
Integrantes
Tatsurou (ex-TATOO) (vocal)
Miya (líder) (guitarra)
YUKKE (baixo)
Satochi (bateria)
Ni hon go2.png Este artigo contém texto em japonês.
Sem suporte multilingual apropriado, você verá interrogações, quadrados ou outros símbolos em vez de kanji ou kana.

MUCC (ムック, mukku?)[1] é uma banda de rock japonês formada em Maio de 1997,[1] com seu nome inspirado num personagem do show de TV japonês[1] para crianças chamado "Ponckickies". Sua formação era: TATOO no vocal, Miya na guitarra, Hiro no baixo e Satochi na bateria. Eles conseguiram um contrato com a gravadora Misshitsu Neurose, a qual também era a gravadora do cali≠gari no começo de sua carreira,[1] por isso o cali≠gari é conhecido como Mucc's "Big Brothers".

Cronologia[editar | editar código-fonte]

Em dezembro de 1997, eles lançam seu primeiro 'demotape' (cd de demonstração) chamado "NO!", o qual foi distrubuído em um concerto somente.[1]

Em março de 1998, eles lançaram um 'demotape' chamado "Aika" que foi limitado em 1500 cópias..,[2] e em Dezembro outro demotape: "Tsubasa wo kudasai", limitado a apenas 100 cópias, distribuidos gratuitamente em um show.[2]

Em fevereiro de 1999, eles tiveram seu primeiro 'show one-man' na Mito-Lighthouse.[1] Eles também lançaram seu quarto demotape "Shuuka".[1] Em torno desse tempo, Hiro decide deixar a banda e em uma semana depois, Yukke o substitui.[1] Em dezembro eles lançam seu primeiro álbum, "Antiiku".[1]

Mucc no Sweden Rock Festival em Junho, 2008; Cantor Tatsurou.

Em 2000, eles obtiveram mais atenção da imprensa e alguns artigos em revistas como Fool's Mate e Shoxx.[1] Em Agosto, TATOO mudou seu nome para "Tatsurou". Ele alegou que TATOO tinha morrido, e queria ser chamado pelo seu nome verdadeiro.[1]

No mesmo ano, eles lançaram uma segunda versão de "Antiiku", e um single chamado "Syouho/Hatsu" Eles também tinham a canção "Non Standard file" na compilação do álbum. Em Agosto eles mudaram o nome da banda de Mucc para Mukku em katakana.[1]

Parece que o ano de 2001 foi bastante produtivo para o Mucc, porque eles lançaram o álbum "Tsuuzetsu" e pouco depois "Tsuuzetsu 'Insyouchigai'", os singles "Akaban" e "Aoban", e um mini-álbum chamado "Aishuu". Eles também participaram em alguns TV shows, como o Hot Wave e o Jee Jee Trap.[1]

Em 2002 eles iniciaram seu próprio selo, Shu, sob Danger Crue Inc. Eles também lançaram um maxi-single, "Fu wo tataeru shou", e o single limitado "Suisou" que foi vendido por eles mesmo no Like an Edison em Shinjuku. Em junho eles lançaram a edição regular de "Fu wo tataeru Shou" e em setembro eles lançaram o álbum "Homura Uta", que foi vendido muito rapidamente. Como um resultado, foi lançado uma segunda prensagem somente um mês depois, em outubro.

Em maio de 2003 eles lançaram o maxi-single "Ware, arubeki basho", que foi disponibilizado em três diferentes versões chamadas "A type", "B type" e "C type".

Um pouco depois eles assinaram um contrato com o selo da Universal Music. Mas eles não deixaram seu próprio selo, a Universal Music apenas distribuiu seus CDS. Eles lançaram o álbum "Zekuu" em setembro. Alguns dos fãs pareceram estar ligeiramente desapontados com este álbum e preferiram o antigo trabalho.

Eles fizeram uma turnê para a promoção do álbum, e o último show foi realizado no Tokyo Bay NK Hall [6.000 pessoas]. Um DVD deste memorável concerto foi lançado poucos meses depois.

Mucc in Londres; Guitarrista Miya.

No último mês de 2003 eles participaram do Beautifool's Festival, organizado pela Fool's Mate, entre outras bandas como The Gazette, Deadman e Miyavi.[1]

Eles iniciaram 2004 com 10 performances em janeiro em casas de shows e por toda Tóquio.[1] Em Fevereiro, eles lançaram o single "Rojiura boku to kimi e". Realizaram outra turnê em abril, e em junho, eles lançaram outro maxi-single, "Monochro no Kenshiki". Por causa disso, a banda teve um mini-concerto surpresa de 20 minutos.

Em setembro, eles lançaram um novo álbum, "kuchiki no tou", e no outono eles fizeram uma turnê para este álbum também. Em dezembro eles lançaram um álbum chamado "Live at roppongi" que é uma versão ao vivo do "Kuchiki no tou" e um DVD chamado "MUCC History DVD the worst".[1] Este DVD contém trechos de vários shows do Mucc, tanto indie como major, discografia, PVs e outros materiais do Mucc.

Em 2005 lançam 3 maxi-singles, Kokoro no naimachi, Ame no orchestra e Saishuu Ressha, dois álbuns Houyoku e LIVE AT ROPPONG. Também em 2005 foram convidados para tocar no Wacken Open Air no qual suas apresentações foram feitas na Alemanha.[1] Em 2006 Lançaram o DVD Tonan No Hoyuoku, dois álbuns o '6' e o 'Cover parade', que foi um cd de cover de várias bandas. Também lançaram 4 singles, gerbera, Ryuusei, Utagoe e Horizont. Lançaram também no mês de dezembro o álbum Gokusai. Sendo que no mesmo ano de 2006 fizeram turnês na Alemanha, França e Estados Unidos, este último com apresentações no evento de anime, Otakon.[1]

No ano de 2008 se apresentaram na turnê "Taste of Caos" em que se apresentam as bandas Bullet for my Valentine, Blessthefall, Atreyu e Avenged Sevenfold.[3]

Membros[1] [editar | editar código-fonte]

Ex-membros
  • Baixista: Hiro [Saiu em 1999]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Álbum japonês Lançamento
Tsuuzetsu 痛絶 7 de janeiro de 2001
Houmura Uta 葬ラ謳 6 de setembro de 2002
Zekuu 是空 3 de setembro de 2003
Kuchiki no Tou 朽木の灯 1 de setembro de 2004
Houyoku 鵬翼 23 de novembro de 2005
6 6 26 de abril de 2006
Gokusai 極彩 6 de dezembro de 2006
Shion 志恩 26 de março de 2008
「Freesia」 Freesia 25 de novembro de 2009

Mini-álbuns[editar | editar código-fonte]

Álbum japonês Lançamento
Antique アンティーク 25 de dezembro de 1999
Aishuu 哀愁 25 de dezembro de 2001

Álbuns ao-vivo[editar | editar código-fonte]

Álbum Lançamento
Kuchiki no Tou Live at Roppongi
朽木の灯ライヴアット六本木
26 de janeiro de 2005
Psychedelic Analysis
サイケデリックアナライシス
28 de março de 2007
LIVE CHRONICLE 3 ~Kyutai in Nippon Budokan 23 de dezembro de 2009

Compilações[editar | editar código-fonte]

Álbum Lançamento
Cover Parade 6 de junho de 2006
Best of Mucc 6 de junho de 2007
Worst of Mucc 6 de junho de 2007
Luna Sea Memorial Cover Album 19 de dezembro de 2007
Cloverfield: Rob's Party Mix 17 de janeiro de 2008
THIS IS FOR YOU~THE YELLOW MONKEY TRIBUTE ALBUM 9 de dezembro de 2009

Singles[editar | editar código-fonte]

Data Título Álbum
2000 "Shoufu/Hai" Tsuuzetsu
2001 "Aoban" Sem Álbum
"Akaban" Houmura Uta
2002 "Fu wo Tataeru Uta"
"Suisou"
2003 "Ware, Arubeki Basho" Zekuu
2004 "Rojiura Boku to Kimi E" Kuchiki no Tou
"Monokuro no Keshiki"
2005 "Kokoro no Nai Machi" Houyoku
"Ame no Orchestra"
"Saishuu Ressha"
2006 "Gerbera" Gokusai
"Ryuusei"
"Utagoe"
"Horizont"
2007 "Libra" Shion
"Flight"
"Fuzz"
2008 "Ageha" Kyutai
2009 "Sora to Ito"
2009 "Freesia" Sem Álbum

Vídeos[editar | editar código-fonte]

Demos[editar | editar código-fonte]

Título japonês Lançamento
NO!? outubro de 1997
Aika 哀歌 20 de março de 1998
Tsubasa wo Kudasai 翼を下さい 1 de dezembro de 1998
Shuuka 愁歌 14 de fevereiro de 1999
Aka アカ 24 de julho de 1999

Referências

  1. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t MUCC - ムック - artistas - JaME Brasil Obtido em 25 de julho de 2009. (em português)
  2. a b Big.or.jp Obtido em 14 de junho de 2009
  3. J!-ENT Taste of Chaos J-Rock Interview May 6th, 2008, by Wynne Ip, retrieved May 6, 2008

Ligações externas[editar | editar código-fonte]