Mumford & Sons

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mumford & Sons
Mumford & Sons ao vivo no Dot to Dot Festival em Bristol, 2009
Informação geral
Origem Londres, Inglaterra
País  Reino Unido
Gênero(s) Indie folk,folk rock,rock alternativo
Período em atividade 2007 - presente
Gravadora(s) Gentlemen of the Road
Island Records (UK)
Glassnote Records (EUA)
Universal Music (Canadá)
Universal Music Australia (AUS)
Página oficial http://mumfordandsons.com
Integrantes Marcus Mumford
Ben Lovett
Winston Marshall
Ted Dwane

Mumford & Sons é uma banda inglesa de rock composta pelos músicos Marcus Mumford (vocais, violão, bateria, bandolim), Ben Lovett (vocais, teclados, acordeão, bateria), Winston Marshall (vocais, banjo, violão, guitarra ressonadora), e Ted Dwane (vocais, contrabaixo acústico, bateria, violão). A banda é resultado de um movimento de folk do oeste de Londres que revelou artistas como, Laura Marling, Johnny Flynn e Noah and the Whale.[1]

O grupo gravou um EP, Love Your Ground, e começou uma turnê no Reino Unido para ganhar audiência para sua música, ganhando suporte para um eventual álbum. O álbum de estreia, Sigh No More, foi lançado no Reino Unido em outubro de 2009, e em fevereiro de 2010 nos Estados Unidos. O disco chegou à segunda colocação da UK Álbum Chart e chegou ao Bilboard 200 na América.[2]

Em 2010 a banda foi nomeada para concorrer a dois Grammys, um para melhor artista revelação e outro para melhor música de rock ("Little Lion Man"). Eles ganharam the ARIA Music Award, na categoria de artista internacional mais popular de 2010, e o Brit Award em 2011 pelo melhor álbum britânico.[3]

O segundo álbum de estúdio da banda, Babel, foi lançado oficialmente em setembro de 2012.[4] O disco estreou entre os mais vendidos na Inglaterra e nos Estados Unidos, se tornando um dos maiores sucessos de 2012. No Grammy Awards de 2013, eles cantaram ao vivo a canção "I Will Wait" e o álbum Babel venceu um prêmio na categoria "Álbum do Ano". Em 2013, a banda foi novamente condecorada com um Brit Award de "Melhor Banda Britânica".[5]

No dia 20 de setembro de 2013, a banda anunciou que entraria em hiato por tempo indeterminado.[6] "Não haverá qualquer atividade do Mumford & Sons pelo futuro previsível após o show de sexta-feira", disse Ben Lovett, tecladista do grupo, em uma entrevista para a revista Rolling Stone.[7] Em dezembro, contudo, o Mumford & Sons anunciaram que entrariam em estúdio novamente para começar a trabalhar um novo álbum.[8]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Walker, Tim (28 de julho de 2008). "Mumford & Sons, The Luminaire, London". The Independent. Acessado em 29 de dezembro de 2010.
  2. "BBC Sound of 2009: Mumford & Sons". BBC News. 5 December 2008. Retrieved 29 December 2010.
  3. Nominees And Winners National Academy of Recording Arts and Sciences. Visitado em 12 de outubro de 2011.
  4. Mumford & Sons' New Album Announcement. Visitado em 23 de julho de 2012.
  5. Mumford & Sons - Babel (review. Allmusic. Página acessada em 10 de maio de 2013.
  6. "Mumford & Sons Taking A Break For 'A Considerable Amount Of Time'". Página acessada em 7 de novembro de 2013.
  7. "Mumford & Sons Taking a Break". Página acessada em 7 de novembro de 2013.
  8. "Mumford Will Start Writing For New Album 2014". Página acessada em 25 de fevereiro de 2015.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Flag of the United Kingdom.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical do Reino Unido, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.