Murder, My Sweet

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Murder, My Sweet
(Farewell, My Lovely)
Enigma (PT)
Até a vista, querida (BR)
 Estados Unidos
1944 • p&b • 95 min 
Direção Edward Dmytryk
Produção Adrian Scott
Roteiro John Paxton
Raymond Chandler (livro Farewell, My Lovely)
Narração Dick Powell
Elenco Dick Powell
Claire Trevor
Anne Shirley
Género Policial
Noir
Idioma Inglês
Música Roy Webb
Cinematografia Harry J. Wild
Edição Joseph Noriega
Distribuição RKO Pictures
Lançamento 18 de dezembro de 1944
Página no IMDb (em inglês)

Murder, My Sweet (br.: Até a vista, querida / pt.: Enigma) é um filme estadunidense de 1944 do gênero policial em estilo de filme noir, dirigido por Edward Dmytryk. O roteiro de John Paxton baseia-se na obra de Raymond Chandler denominada Farewell, My Lovely, uma aventura do célebre detetive particular Philip Marlowe que a narra em primeira pessoa. O título no Brasil e também o nome com o qual o filme foi lançado no Reino Unido, seguem o original. Nos Estados Unidos, porém, houve a mudança por pressão dos produtores, temerosos de que confundissem o filme com uma comédia ou musical (Dick Powell, que protagoniza o filme, na época era mais conhecido por atuar nesses gêneros cinematográficos).

Murder, My Sweet é considerado uma das melhores adaptações para o cinema das história policiais do escritor Raymond Chandler e um dos precursores do estilo cinematográfico conhecido por "noir".

Em 1975 foi feito um remake do filme, preservando-se o título original Farewell, My Lovely (ao contrário do que ocorreu no Brasil, lançado com o nome de "O último dos valentões").

Elenco[editar | editar código-fonte]

DickPowell2MurderMySweetTrailerScreenshot1955.jpg
ClaireTrevorMurderMySweetTrailerScreenshot1944.jpg
AnneShirleyMurderMySweetTrailerScreenshot1955.jpg

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Cena de abertura

O detetive particular Philip Marlowe está precisando de dinheiro e acaba aceitando trabalhar em um caso para o gigantesco e pouco inteligente gângster Moose Malloy, recém-saído da prisão. Malloy está atrás de Velma, uma antiga namorada de quem não tivera notícias por seis anos. Marlowe encontra o endereço da viúva alcoólica do ex-patrão da moça desaparecida e consegue uma foto de Velma. Contudo, quando retorna ao escritório no dia seguinte, o almofadinha Marriott aparece lhe propondo um serviço de guarda-costas, em um caso de roubo de uma jóia. Marlowe terá que proteger Marriott enquanto este vai a um lugar ermo entregar o dinheiro aos ladrões, que então deverão lhe devolver a jóia roubada. As coisas se complicam e o cliente de Marlowe é morto enquanto o detetive recebe um golpe e fica inconsciente. Recuperando-se e retornando uma vez mais ao escritório, Marlowe desta vez encontra uma mulher esperando por ele. Ela se diz repórter, mas o detetive logo descobre que é mentira. A moça então lhe confessa ser Ann Grayle, filha do proprietário da jóia roubada, um homem idoso casado com uma provocante loira. Marlowe vai conhecer a família da moça e logo percebe que todas essas pessoas estão ligadas ao seu caso original e que localizar a jóia é a chave de todo o mistério.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]