Murder in Mesopotamia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Murder in Mesopotamia
Assassínio na Mesopotâmia ou
Crime na Mesopotâmia
 (PT)
Morte na Mesopotâmia (BR)
Autor (es) Agatha Christie
Idioma inglês
País Reino Unido
Género romance policial
Editora Collins Crime Club
Lançamento 6 de julho de 1936
Páginas 288 (1ª edição, capa dura)
Cronologia
Último
Último
The A.B.C. Murders
Cards on the Table
Próximo
Próximo

Murder in Mesopotamia (Morte na Mesopotâmia[1] , no Brasil / Assassínio na Mesopotâmia, em Portugal) é um romance policial de Agatha Christie, publicado em 1936 e protagonizado pelo detetive Hercule Poirot.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Poirot, de visita a uma escavação arqueológica na Mesopotâmia, une forças com a enfermeira Amy Leatheran, que tinha sido contratada para tomar conta de uma mulher paranóica que acredita, e possivelmente com razão, que alguém está a tentar assassiná-la.

A mulher em questão foi casada com um espião no passado, que foi condenado a fuzilamento, mas fugiu. Todas as vezes em que se envolvia com outro homem, recebia uma carta anônima avisando-a que caso se casasse morreria, o que a impediu de fazê-lo diversas vezes.

Depois de muito tempo essa mulher se casa, sem que nenhuma carta aparecesse, mas então ela percebe que cometeu um erro, que valerá sua vida.

Depois, a senhora Leidner se muda com seu marido - um arqueólogo para o Iraque para participar de uma escavação arqueológica. Nessa escavação ela continua recebendo cartas de ameaças e começa a ficar meio desequilibrada. O doutor Leidner, muito preocupado, contrata a enfermeira Amy Leatheran para cuidar da sua esposa, pois ele acreditava que ela sofria de tensões nervosas. E após a consumação do terrível acontecimento anunciado, entra em cena o famoso detetive belga Hercule Poirot para elucidar mais esse mistério.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.