Murraya koenigii

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2012). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Como ler uma caixa taxonómicaÁrvore-do-caril
Curry Trees.jpg

Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Sapindales
Família: Rutaceae
Género: Murraya
Espécie: M. koenigii
Nome binomial
Murraya koenigii
(L.) Sprengel

A árvore-do-caril (Murraya koenigii) é uma planta originária da Índia, da família das Rutáceas, cujo nome está ligado ao prato culinário com o mesmo nome. É denominada करीपत्ता, मीथ णीम, मीथ नीम पत्ता em hindi, "surabhi-nimbu" em sânscrito, mas também como basango, goranimb, karepaku, karhinimb e karibevu em outras línguas da Índia.[1]

É uma árvore pequena (até 6 m) com folhas compostas, cujos folíolos são utilizados em culinária.

Não deve confundir-se com a erva-do-caril (Helichrysum italicum), também denominada de "perpétua", a qual cresce no estado selvagem na bacia do Mediterrâneo.

Outras utilizações da erva do caril[editar | editar código-fonte]

O óleo da erva-do-caril é muito raro e precioso. Possui propriedades excepcionais sob vários pontos de vista. É o anti-hematoma mais potente e conhecido na actualidade (quer seja externo ou interno). Como anti-coagulante é superior à arnica para as contusões. É antiflebítico (flebite é a inflamação das paredes das veias, por infecção), antiespasmódico, mucolítico e cicatrizante. Pode ser ainda usado como excelente preventivo de patologias cardíacas e vasculares sob a forma cutânea.[carece de fontes?]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre a ordem Sapindales, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.