Museu Oriental da Universidade de Chicago

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cabeça de um touro que no passado guardava a entrada para a sala das cem colunas em Persepolis.

O Museu Oriental da Universidade de Chicago (em inglês: University of Chicago Oriental Institute) é o museu arqueológico da Universidade de Chicago. Em 2009, uma múmia de 3.000 anos que era mantida intacta por mais de 80 anos no museu foi submetida a uma tomografia computadorizada em 3D.[1]

O Museu do Instituto Oriental abriga artefatos de escavações no Egito, Israel, Síria, Turquia, Iraque e Iran. Entre os itens mais famosos estão os Marfins de Meggido, diversos tesouros de Persépolis, a antiga capital persa, uma coleção de bronzes do Lorestão (início da Idade do Ferro), uma cabeça humana de um touro alado (Lamassu) de 40 toneladas de Khorsabad, a capital de Sargão II, e finalmente uma estátua colossal do rei Tutancâmon.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Museu Oriental da Universidade de Chicago
Ícone de esboço Este artigo sobre um museu é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.