Museu Sakıp Sabancı

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Edifício do museu.

O Museu Sakıp Sabancı é um museu de belas artes privado da Universidade Sabancı de Istambul, na Turquia. O seu fundador, Sakip Sabancı, foi um importante empresário e mecenas turco, falecido em 2004, que idealizou o museu em 1998. Aberto ao público em 2002, o museu é dedicado, essencialmente, à caligrafia, à arte sacra, à pintura otomana e europeia e às artes decorativas, incluindo a porcelana.

Em Novembro de 2005 o museu recebeu a sua mais importante exposição, uma mostra da obra do pintor espanhol Pablo Picasso, que contou com a presença de quadros como "Les demoiselles d'Avignon" e "Guernica".

Colecção[editar | editar código-fonte]

Foi Haci Ömer Sabancı quem iniciou esta importante colecção, expandida por Sakıp Sabancı a partir de 1970.

Actualmente, a colecção inclui porcelana chinesa dos séculos XVIII e XIX, porcelana de Sèvres, porcelana alemã e austríaca, quatrocentos objectos representativos da caligrafia otomana - incluindo declarações e selos imperiais, cartas e outros documentos —, uma notável colecção de 320 obras de arte otomana e europeia, que inclui obras de pintores turcos - como Osman Hamdi Bey, İbrahim Çallı, Halil Paşa, Nazmi Ziya, Şeker Ahmed Paşa, Fikret Mualla — e europeus — como Ivan Konstantinovich Aivazovskii, um dos maiores pintores russos do século XIX —, mobiliário europeu e turco, relojoaria e joalheria de arte, e todo o tipo de antiguidades ocidentais e orientais.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Museu Sakıp Sabancı
Ícone de esboço Este artigo sobre um museu é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre a Turquia é um esboço relacionado ao Projeto Europa e ao Projeto Ásia. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.