Museu da Música

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
CelloCloseup2.jpg

O Museu da Música é uma instituição sob a tutela do Instituto dos Museus e da Conservação (IMC). Aberto ao público desde 26 de Julho de 1994 na estação do metropolitano Alto dos Moinhos em Lisboa, beneficiando de um protocolo de mecenato assinado com o Metropolitano de Lisboa.

No Museu da Música encontra-se uma das mais importantes colecções de instrumentos da Europa, além de acervos documentais, fonográficos e iconográficos. É missão do Museu "salvaguardar, conservar, estudar, valorizar, divulgar e desenvolver os bens culturais do Museu, promovendo o património musicológico, fonográfico e organológico português, tendo em vista o incentivo à qualificação e divulgação da cultura musical portuguesa."[1]

O Museu da Música possui uma colecção de mais de mil instrumentos musicais dos séculos XVI a XX, sobretudo europeus, mas também africanos e asiáticos, de tradição erudita e popular. Grande parte do seu acervo provém das antigas colecções de Michel’angelo Lambertini, Carvalho Monteiro e Alfredo Keil.

Fazem parte da colecção instrumentos raros e de elevado valor histórico e organológico, de que são exemplo o piano (Boisselot & Fils) que Franz Liszt trouxe de França em 1845, a trompa de Marcel-Auguste Raoux, construída para Joaquim Pedro Quintela, 1.º conde de Farrobo, o violoncelo de António Stradivari, que pertenceu e foi tocado pelo rei D. Luís, o violoncelo de Henry Lockey Hill, pertença da violoncelista Guilhermina Suggia ou o cravo francês de Pascal Taskin construído a pedido do Rei Luís XVI, mais tarde pertença da Marquesa do Cadaval.

O Museu destaca-se também pela quantidade e qualidade de instrumentos de factura portuguesa, entre eles o cravo de Joaquim José Antunes (Lisboa, 1758), as flautas transversais dos Haupt (XVIII-XIX) e os clavicórdios setecentistas das oficinas lisboetas e portuenses.

Há também exemplares curiosos, como é o caso dos violinos de algibeira, das flautas bengala, da flauta de vidro, do melofone de Jean Louis Olivier Cossoul ou das trombetas marinhas.

O Museu é também um memorial a muitas personalidades que relacionaram a sua vida com a música.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]