Museu da Tecnologia da ULBRA

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Museu da Tecnologia da ULBRA

O Museu da Tecnologia da ULBRA foi um museu brasileiro, localizado em Canoas, no Rio Grande do Sul.

Construído nas instalações da Ulbra, numa área de 9.346 m², o Museu da Tecnologia foi preparado para ser o maior do gênero na América Latina e um dos maiores do mundo em quantidade e diversidade de acervo.[1] Devido a dívidas da universidade com o governo, no entanto, foi forçado a fechar as portas, tendo seu acervo leiloado por decisão da justiça.[2] [3] [4] Hoje, o prédio abriga os estúdios da Ulbra TV (Canal 48 UHF) e da Rádio Mix FM de Porto Alegre (107.1 MHz).

Acervo de automóveis[editar | editar código-fonte]

O Museu do Automóvel, como era conhecido, era a alma do Museu da Tecnologia. Era o maior do Brasil e um dos maiores do mundo, contando com um acervo de mais de 270 veículos (carros, utilitários e motos) que iam desde os mais antigos automóveis (Oldsmobile 1904) até modelos mais recentes (como um protótipo do Chevrolet Astra 1999).

Em exposição esstavam raridades como Rolls-Royce, Mercedes-Benz, BMW, Cadillac, Jaguar e Maserati, juntamente com veículos que foram verdadeiros marcos da história da indústria automobilistica mundial e nacional, como Chevrolet, Ford, Volkswagen, Fiat, Renault, entre outras igualmente importantes.

O museu contava ainda com uma área de seis mil metros quadrados para a reserva técnica de veículos e oficinas de restauro. O acervo de veículos a recuperar era de cerca de 350 unidades, das mais variadas marcas e modelos. A intenção do museu era estar intimamente ligada aos cursos da universidade, pretendendo formar profissionais das áreas voltadas a museologia.

Outros acervos[editar | editar código-fonte]

No quarto andar do museu também estavam expostos outros três acervos: o acervo dos Correios, o acervo de aparelhos de rádio e o acervo de relógios. Neste andar também se encontravam uma biblioteca e um auditório com 70 lugares.

Acervo dos Correios[editar | editar código-fonte]

Nesse espaço existia uma réplica de uma agência dos Correios do início do século XX, além de veículos que a instituição utilizava na época.[5]

Acervo de rádios[editar | editar código-fonte]

Abrigava diversos exemplares de rádios, vitrolas, máquinas de escrever e máquinas fotográfica, mostrando a importância deles para a comunicação no Brasil.[6]

Acervo de relógios[editar | editar código-fonte]

Estavam expostos nesse espaço relógios de diversos tipos e de várias épocas: modelos de pulso, de bolso e de parede fazem parte do acervo.[7]

Galeria de fotos[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]