Mutt e Jeff

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mutt e Jeff
Tira diária
Mutt and Jeff Divorced back 1920.jpg
Programa da adaptação teatral de Mutt e Jeef em 1920
País de origem EUA
Língua de origem inglês
Editor King Features Syndicate
Género(s) Humor
Autor Bud Fisher
Personagens principais Mutt
Jeff
Cícero (filho de Mutt)
Desdêmona (gata de Cícero)
Primeira publicação 15 de novembro de 1907
Projecto Banda desenhada  · Portal da Banda desenhada

Mutt e Jeff é uma dupla de personagens fictícios criados pelo cartunista estadunidense Bud Fisher para protagonizar uma tira de quadrinhos cômicos, publicadas em jornais. A tira começou a ser desenhada em 1907 e foi uma das primeiras a serem impressas diariamente, pois até aquela data os jornais americanos preferiam publicar quadrinhos nos chamados suplementos dominicais. O conceito das tiras diárias já havia sido estabelecido em A. Piker Clerk (1903) de Clare Briggs, mas foi com o sucesso de Mutt and Jeff que o formato se consolidaria.

A tira permaneceu distribuida por syndicates até 1982, com vários artistas trabalhando nela, além do próprio autor. Dos desenvolvedores o principal foi Al Smith que desenhou os quadrinhos da dupla por mais de 50 anos. A série recebeu o formato de revista "comic book" em publicação da All-American Publications. Depois outras editoras lançaram séries como a DC Comics, Dell Comics e Harvey Comics. Os personagens também foram adaptados para desenhos animados, filmes, e propaganda.

Uma tira de Mutt and Jeff de 1913

História da publicação[editar | editar código-fonte]

O título da tira inicialmente se chamou A. Mutt e começou a ser publicada em 15 de novembro de 1907, na página de esportes do jornal San Francisco Chronicle. No começo não havia a dupla, que só se formou de fato em 27 de março de 1908, com o surgimento de Jeff. Os episódios eram desenhados um dia antes da publicação e frequentemente faziam referências a acontecimentos locais que estavam nas manchetes, ou à corridas de cavalo do dia. Em 1908 uma sequência sobre o julgamento de Mutt trazia caricaturas de figuras políticas de São Francisco.

Em 7 de junho de 1908, a tira saiu da página de esportes e foi para o San Francisco Examiner, quando foi licenciada pelo King Features e tornou-se conhecida nacionalmente. Com isso, Fisher se tornaria a primeira celebridade da industria de quadrinhos.[1]

o jornal San Francisco Chronicle anuncia Mutt e Jeff com exclusividade, janeiro de 1916[2]
Mutt and Jeff - volume de 1919 com reunião de tiras

Fisher tomou o cuidado de registrar a tira em seu próprio nome, o que facilitou sua mudança para o King Features e impediu o Chronicle de continuar com a tira usando outro artista. Uma disputa entre Fisher e o King Features por volta de 1913, fez com que Fisher levasse sua tira em 15 de setembro de 1915 para o Wheeler Syndicate (depois Bell Syndicate), que garantiu ao autor 60% dos lucros, uma grande soma para a época.[1] Durante a disputa, outros artistas desenharam a tira, como Billy Liverpool e Ed Mack.[3] [4] Também trabalharam na tira como assistentes de Fisher: Ken Kling, George Herriman e Maurice Sendak, ainda estudante secundarista.[5] [6]

Fisher parece ter perdido o interesse pela tira nos anos de 1930 e após o falecimento de Mack (que se tornara assistente de Fisher) em 1932, o trabalho de criação ficou com Al Smith.[7] [8] A tira continuou com a assinatura de Fisher até o seu falecimento, que ocorreu em 7 de dezembro de 1954. A partir dai Smith começou a assinar.

Mutt tinha um filho chamado Cícero e em 1933 surgiu Desdemona, uma gata que Smith introduziu em 1933. Desdemona ganhou tira própria nos suplementos dominicais, com a tira chamada "Cicero's Cat".

Al Smith recebeu o prêmio da National Cartoonists Society em 1968 pelo seu trabalho em tiras de humor.[9] Ele continuou com o desenho de Mutt e Jeff até 1980, dois anos antes do encerramento da publicação da tira.

George Breisacher foi o artista encarregado de desenhar os dois últimos anos da tira.[10]

Personagens[editar | editar código-fonte]

  • Augustus Mutt: desenhado magro e alto, é um fanático por corridas de cavalos. Ele tem esposa e o filho Cicero, cuja gata apareceu em tira própria chamada Cicero's Cat (O gato de Cícero).
  • Jeff, o parceiro de Mutt, sempre de cartola e gravata borboleta. Mutt encontrou Jeff como interno em um manicômio, em função de sua mania de corrida de cavalos. (Com o tempo, o tema recorrente das corridas de cavalo seria deixado de lado). Ele tinha um irmão gêmeo chamado Julius.
  • Outros: Gus Geevem, Joe Spivis e "Sir" Sidney (amigos de Mutt e Jeff).

Revistas em quadrinhos[editar | editar código-fonte]

Além das tiras, Mutt e Jeff também foram publicados em revistas em quadrinhos. Eles apareceram na capa da revista Famous Funnies #1, a primeira no formato das publicações americanas modernas. Em 1939, a DC começou a publicar a série (republicação de tiras) com a dupla, que durou até 1958. A Dell Comics seguiu com a publicação por mais um ano. A Harvey Comics assumiu a publicação dos quadrinhos da dupla, com a inclusão também das tiras de Cicero's Cat.

Adaptações[editar | editar código-fonte]

  • Em 1916, Fisher licenciou os direitos dos personagens para um desenho animado, realizado pelos pioneiros Raoul Barre e Charles Bowers. A série durou 11 anos e teve mais de 300 desenhos de curta-metragem, superando outras séries duradouras do cinema de animação como Krazy Kat e Popeye (este, com as produções para a televisão, somou mais episódios).
  • Em 2005 foi realizado um documentário pela Inkwell Images para DVD chamado Mutt and Jeff: the Original Animated Odd Couple.[11]

Shows e musicais[editar | editar código-fonte]

Uma cena do show de 1912 baseado na tira Mutt e Jeff
  • Mutt and Jeff: A Musical Comedy Song Book (1912) Dentre as canções onstam: The Barn-Yard Rag; Sail on Silv'ry Moon; Mr. Ragtime Whippoorwill; Oh You Girl!; A Mother Old and Gray; Let Me Call You Sweetheart; Years Years Ago; If I Forget; Bohemia Rag; Undertaker Man; Tell Me That You Love Me
  • The Face in the Flag I Love (de Mutt and Jeff in Panama, 1913)
  • At the Funny Page Ball (1918)
  • Mutt and Jeff on Their Honeymoon (também conhecido como Mutt and Jeff Divorced, 1920) Canções incluem: My Dearie; My Dixie Rose; The Wild Irish Rose That God Gave Me; Why Can't My Dreams Come True; Just One Little Smile; Songs My Mother Sang to Me; When Someone Dreams of Someone; When I Am Dreaming of You
  • Mutt and Jeff: And They Called It the Funny Sheet Blues (1923)
  • Mutt and Jeff Songster (Data desconhecida)

Programa de Mutt and Jeff Divorced (1920)[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Don Markstein's Toonopedia. A.Mutt.
Notas de rodapé
  1. a b Don Markstein's Toonopedia. Bud Fisher.
  2. (January 1916) "". Overland Monthly LXVII (1): lx pp..
  3. Lambiek Comiclopedia. Billy Liverpool.
  4. Lambiek Comiclopedia. Ed Mack.
  5. Lambiek Comiclopedia. George Herriman.
  6. Lambiek Comiclopedia. Maurice Sendak.
  7. Lambiek Comiclopedia. Bud Fisher.
  8. Lambiek Comiclopedia. Al Smith.
  9. National Cartoonists Siciety. Newspaper Comic Strips - Humor Strips.
  10. Lambiek Comiclopedia. George Breisacher.
  11. Mutt and Jeff: the Original Animated Odd Couple at the Inkwell Images home page

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]