Muzio Clementi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Muzio Clementi

Muzio Clementi (Roma, 23 de janeiro de 1752Worcestershire, 10 de março de 1832) foi um músico italiano naturalizado britânico. Foi provavelmente o primeiro compositor a escrever peças dedicadas às possibilidades dinâmicas do então novo instrumento de teclas e cordas percutidas: o piano.

Clementi foi um grande desenvolvedor da moderna técnica pianística, fazendo uso dos exemplos das sonatas para cravo pré-românticas de Domenico Scarlatti e do estilo galante encontrado nas composições de Carl Philipp Emanuel Bach e de seu irmão mais novo, Johann Christian Bach, filhos de Johann Sebastian Bach. Por sua técnica virtuosística, Clementi exerceu influencia em compositores como Johann Baptist Cramer, Ignaz Moscheles, Frederic Kalkbrenner e Carl Czerny. Tanto sua técnica pianística quanto composicional foram estuadas por Ludwig van Beethoven, que o tinha em alta conta como compositor e pianista. Clementi admirava Beethoven, sendo o executante mais admirado de suas peças para piano e editor de suas composições no Reino Unido. Clementi também chegou a disputar um duelo pianístico frente ao imperador austríaco Joseph II, em 24 de dezembro de 1781, contra ninguém menos que Wolfgang Amadeus Mozart, que o considerou um mera "maravilha mecânica".


Em todo o século XIX as obras de Clementi voltadas ao desenvolvimento da técnica pianística, especialmente seu Gradus ad Parnassum, serviu de base a todas as produções do gênero.

Clementi foi diretor da Phillarmonic Societ em Londres. Fundou uma editora musical e uma firma de fabricação de pianos. Uma de suas obras mais famosas é a Sonatina em dó maior, Opus 36 número 1.

Foi sepultado na Abadia de Westminster.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.