N´avoue jamais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
França "N'avoue jamais"
Festival Eurovisão da Canção 1965
Artista(s) Guy Mardel
Compositor(s) Françoise Dorin
Letrista(s) Guy Mardel
Resultado da Semifinal ------
Pontos da Semifinal ------
Resultado da Final 3.º
Pontos da Final 22
Actuações Cronológicas
◄ Le chant de Mallory (1964)   
Chez nous (1966) ►

"N'avoue jamais" ("Nunca admita") foi a canção que representou a França no Festival Eurovisão da Canção 1965 que teve lugar em Nápoles em 20 de março desse ano.

A referida canção foi interpretada em francês por Guy Mardel. Foi a décima-primeira canção a ser interpretada na noite do evento, a seguir à canção sueca "Absent Friend, interpretada por Ingvar Wixell e antes da canção portuguesa "Sol de Inverno, cantada por Simone de Oliveira. Terminou a competição em terceiro lugar (entre 18 concorrentes), tendo recebido um total de 22 pontos. No ano seguinte, a França, em Festival Eurovisão da Canção 1966 fez-se representar com a canção "Chez nous", interpretada por Dominique Walter.

Autores[editar | editar código-fonte]

AUTORES
Letrista: Guy Mardel
Compositor: Françoise Dorin
Orquestrador: Franck Pourcel

Letra[editar | editar código-fonte]

A canção é cantada como aviso às jovens mulheres, com Mardel aconselhando-as a nunca admitirem os seus sentimentos aos seus amantes. Ele entende que "você tem de gerar dúvida para colher amor" - por outras palavras, a mulher poderá receber amor se não mostrar abertamente que ama.

Outras Versões[editar | editar código-fonte]

Outras versões
* "Jamás, jamás" (castelhano)
* "Non dire mai" (italiano)

Fontes e Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma canção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Portal A Wikipédia possui o
Portal da Música