Nónio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde maio de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Nónio original de Pedro Nunes

O nónio (nônio, no Brasil) é um dispositivo de medição inventado pelo matemático português Pedro Nunes. Através do nónio era possível efetuar medições com rigor de alguns minutos de grau, permitindo planear a navegação com uma margem de erro da ordem da dezena de quilómetros.

Na França, o conceito foi modificado por Pierre Vernier, onde foi usado para construir instrumentos de metrologia com escalas de medição muito precisas.

O nónio pode ser descrito como um par de escalas graduadas, geralmente em milímetros ou graus, que deslizam uma sobre a outra. Na segunda escala (que é o nónio propriamente dito) é possível ler uma fração da medida da primeira escala. O nônio é usado em paquímetros e micrômetros para medidas precisas. Em um paquímetro típico, a escala principal é calibrada em milímetros, e o nónio permite realizar medidas com precisão de 0,05mm.

Na foto, é mostrado um paquímetro com nónio, capaz de realizar medidas com uma precisão máxima de 0,02 milímetro. O nónio é a escala inferior, que desliza sobre a escala superior (principal). O traço do nónio que se alinhar perfeitamente com um dos traços da escala principal, dá a medida da fração de unidade, que deve ser somada à medida inteira da escala principal. Neste exemplo, o zero do nónio se encontra após a medida de 3 milímetros da escala principal, e o traço do nónio mais bem alinhado com a escala principal é o correspondente a 0,58 milímetros. Logo, a medida lida pelo instrumento é (3+0,58)=3,58 milímetros.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um objeto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.