Núcleo basal de Meynert

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Na parte de baixo do núcleo basal de Meyert está o globo pálido e o putamen

O Núcleo basal de Meynert, substância inominada (do latim: substantia innominata) ou núcleo da substância inominada é uma parte do núcleo basilar constituído por redes neuronais de receptores colinérgicos (Neurónio colinérgico) que se dispõem desde a região septal-banda diagonal da porção fronto-basal mais rostral até a porção mais caudal do globo pálido. Seu nome é em homenagem a Theodor Meynert.1

O Núcleo basal de Meynert junto com o sistema estriato-palidal ventral, a amígdala cerebelosa estendida e a região septal constituem as vias eferentes das atividades cerebrais originadas no grande lobo límbico, por isso é tão importante no contexto neuropsiquiátrico. O núcleo basal de Meynert recebe suas aferências principalmente das áreas corticais que compõem o grande lobo límbico e se projetam difusamente sobre o córtex cerebral. Funcionalmente, se relaciona com mecanismos de vigília e de atenção.2

É uma das áreas mais danificadas pelo Mal de Alzheimer, pelo Mal de Parkinson e pela demência com corpos de Lewy.

Referências

  1. RIBAS, Guilherme Carvalhal. As bases neuroanatômicas do comportamento: histórico e contribuições recentes. Rev. Bras. Psiquiatr. [online]. 2007, vol.29, n.1 [cited 2011-03-04], pp. 63-71 . Available from: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-44462007000100017&lng=en&nrm=iso>. Epub Nov 27, 2006. ISSN 1516-4446. doi: 10.1590/S1516-44462006005000025.
  2. Heimer L. The human brain and spinal cord: functional neuroanatomy and dissection guide. 2nd ed. New York: Springer Verlag; 1995.