NDCC Mattoso Maia (G-28)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NDCC Mattoso Maia (G-28).

O NDCC Mattoso Maia (G-28) é um navio de desembarque de carros de combate (NDCC) da Marinha do Brasil.

Missão[editar | editar código-fonte]

NDCC Mattoso Maia (G-28) entrega de material logístico e operacional no porto da cidade de Porto Príncipe.

Integrante da Classe Newport, foi incorporado à Marinha dos Estados Unidos com o nome de USS Cayuga (LST-1186) em 8 de agosto de 1970, tendo atuado no teatro de operações da Guerra do Vietnã e da Guerra do Golfo.

Desincorporado em 29 de julho de 1994 foi adquirido pela Marinha do Brasil e incorporado à Armada a 30 de agosto do mesmo ano. Operado pela Marinha Brasileira, tem sido intensamente empregado no transporte de veículos, equipamentos, tropas e suprimentos para a missão de paz no Haiti.

A embarcação também serve de base para operações do Grupo de Mergulhadores de Combate, normalmente precursores do desembarque das demais tropas.

No dia 28 de abril de 2010, o navio completou mil dias de mar, após cerca de 16 anos de relevantes serviços prestados à Marinha do Brasil [1] .

Origem do nome[editar | editar código-fonte]

O nome do navio é uma homenagem ao Almirante-de-esquadra Jorge do Paço Matoso Maia, que foi Ministro da Marinha do Brasil no período de 19 de agosto de 1958 a 3 de janeiro de 1961. Foi um dos responsáveis pela aquisição do porta-aviões Minas Gerais, comprado na Inglaterra em dezembro de 1956 [2] .

Características[editar | editar código-fonte]

Dimensões[editar | editar código-fonte]

  • Deslocamento (toneladas): 7.050-padrão / 8.750-plena carga
  • Dimensões (metros): 159,2 x 21,2 x 5,3
  • Tripulação: 257 homens
  • Construtores: National Steel & Shipbuilding Corporation

Desempenho[editar | editar código-fonte]

  • Propulsão: 6 motores diesel e 2 eixos
  • Velocidade (nós): 20
  • Raio de Ação (milhas): 16.000 a 14 nós
  • Transporte de Tropa: 400 homens
  • Capacidade de carga: 2.000 toneladas no total (apenas 500 para abicagem na praia)
  • Helicóptero: plataforma
  • Viatura (toneladas): 500
  • Embarcação de Desembarque de Viatura e Pessoal: 3
  • Embarcação de Desembarque de Viaturas e Material: 1

Sistemas de armas[editar | editar código-fonte]

  • Armamento:
    6 canhões de 76 mm
    Sistema antimíssil 20 mm Mk15 Vulcan Phalanx.

Os fuzileiros navais embarcados podem utilizar o sistema portátil Matra Mistral para aumentar a proteção antiaérea. O reparo Phalanx do NDCC Mattoso Maia é o único da Marinha do Brasil.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Centro de Comunicação Social da Marinha, Marinha do Brasil (21-5-2010). NDCC “Mattoso Maia” Completa 1000 dias de mar. Página visitada em 28-5-2010.
  2. FGV, CPDOC. O Governo de Juscelino Kubitschek, Matoso Maia. Página visitada em 28-5-2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a Marinha do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Curiosidade: É o navio utilizado para o resgate dos passageiros do avião que caiu no mar, no filme Aeroporto 77.