NV Anhatomirim (M-16)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NV Anhatomirim (M-16), em navegação.

O NV Anhatomirim (M-16) é um navio-varredor, Classe Aratu, da Marinha do Brasil.

Construção[editar | editar código-fonte]

Construído na Alemanha pelo Estaleiro Abeking & Rasmussen, na cidade de Lemwerder, seguiu o projeto original da Schütze-Klasse em uso naquele país.

Foi o segundo de uma série de seis embarcações encomendados pela Marinha do Brasil, desta classe.

Origem do nome[editar | editar código-fonte]

É uma homenagem a Ilha de Anhatomirim localizada no litoral do estado de Santa Catarina. Na língua tupi tem o significado de "pequena ilha do diabo".

É o segundo navio a ostentar esse nome na Marinha do Brasil, o primeiro foi a Barca Canhoneira Anhatomirim (1825).

Características[editar | editar código-fonte]

  • Deslocamento: 241 ton (padrão), 280 ton (plena carga)
  • Comprimento: 47,4 m
  • Boca:7,2 m
  • Calado: 2,4 m
  • Velocidade :24 nós (máxima)
  • Raio de Ação: 710 milhas a 20 nós
  • Tripulação: 32 praças e 4 oficiais
  • Armamento: 1 canhão automático anti-aéreo Bofors 40 mm
  • Capacidade de Varredura: mecânica, acústica e magnética
  • Propulsão: 4 motores diesel, 4.500 hp

Referências[editar | editar código-fonte]

  • A Guerra de Minas na Marinha do Brasil. Revista Tecnologia e Defesa, n° 104.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]



Ícone de esboço Este artigo sobre a Marinha do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.