Naban

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Naban
Informação geral
Prática Esporte de combate
Foco Agarramentos
Dureza Contato pleno
Outras informações
Esporte olímpico Não
Cronologia das artes marciais  · Lista de artes marciais  · Projeto Artes Marciais

Naban (birmanês: နပန်း, pronunciado [nəbáɴ]) é um estilo de wrestling tradicional de Mianmar, surgido no século III. Alguns grupos étnicos em Mianmar fizeram dele seu esporte popular, como os arakaneses (ou rakhine). Esta prática marcial pertence desde o século X a um grupo de artes marciais chamado thaing.

Relacionado às artes de grappling do Tibete e do Camboja,[carece de fontes?] foi originalmente baseado no wrestling indiano.[1] Tornou-se popular em áreas rurais, onde muitas vezes era realizado em festivais junto com combates de lethwei. O naban é mais comumente praticada pelos povos tribais de Mianmar. Os povos Chin, Kachin e Karen tem uma reputação para seus lutadores qualificados.[1]

O naban tem uma abrangência completa de técnicas de solo e combate corpo-a-corpo através de técnicas de projeção, controle (imobilizações) e submissão (estrangulamentos, chaves, pontos de pressão, esmagamentos, entre outros). Qualquer parte do corpo do oponente é um alvo válido. É a continuação lógica do combate à média distância.

Galeria[editar | editar código-fonte]

Técnicas de solo[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Donn F. Draeger & Robert W. Smith. Comprehensive Asian Fighting Arts. [S.l.]: Kodansha, 1969. ISBN 978-0-87011-436-6.