Nadia Boulanger

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nadia Boulanger em 1925

Nadia Juliette Boulanger (16 de Setembro de 1887 - 22 de Outubro de 1979) foi uma compositora francesa de música erudita renomada educadora musical. Foi professora de diversos compositores de grande relevância no século XX.

Nadia era filha Ernst Boulanger, compositor e professor do Conservatório de Paris. Sua mãe, de origem russa, foi aluna de seu pai em Paris, antes de se casarem.

Nadia Boulanger entrou para o Conservatório de Paris com a idade de 10 anos, para estudar harmonia e composição. Ela chamou a atenção do mundo quando, em 1908, concorreu ao Prêmio de Roma escrevendo uma fuga instrumental na primeira fase, quando era exigida uma fuga vocal. Mesmo assim ela foi classificada pelo júri, ganhando o segundo-prêmio.

Na década de 1920 ela parou de compor, chocada pela morte de sua irmã Lili Boulanger, que considerava uma compositora muito mais talentosa. A partir de então Nádia dedicou-se a dar aulas e promover a obra de sua irmã.

O primeiro cargo oficial como professora foi no Conservatoire Femina Musique, de Paris, onde assumiu uma cadeira de piano em 1907. Mas já dava aulas particulares desde 1903. Tornou-se uma dos maiores professores de composição do século XX, e foi a primeira mulher a destacar-se como regente. Entre 1920 e 1939 regeu as cadeiras de harmonia, contraponto, história da música, análise musical, órgão e composição na Ecole Normale de Musique. Foi fundadora do Conservatório Americano de Música em Fontaineblau em 1921, assumindo sua direção em 1948. Entre 1946-1957 foi titular de piano acompanhador no Conservatório de Paris.

Alunos[editar | editar código-fonte]

Alguns de seus alunos foram:

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.