Nagios

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde Abril de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Principio de operatia de Nagios

Nagios é uma popular aplicação de monitoramento de rede de código aberto distribuída sob a licença GPL. Ele pode monitorar tanto hosts quanto serviços, alertando-o quando ocorrerem problemas e também quando os problemas forem resolvidos.

O Nagios foi originalmente criado sob o nome de Netsaint, foi escrito e é atualmente mantido por Ethan Galstad, junto com uma equipe de desenvolvedores que ativamente mantém plugins oficiais e não-oficiais.

Nagios primeiramente foi escrito para o sistema operacional Linux, mas pode rodar em outros Unix-like também.

Visão Geral[editar | editar código-fonte]

  • Monitora serviços de rede (SMTP, POP3, HTTP, NNTP, ICMP, SNMP)
  • Monitora recursos de computadores ou equipamentos de rede (carga do processador, uso de disco, logs do sistema) na maioria dos sistemas operacionais com suporte a rede, mesmo o Microsoft Windows com o plugin NRPE_NT.
  • Monitoração remota suportada através de túneis criptografados SSH ou SSL.
  • Desenvolvimento simples de plugins que permite aos usuários facilmente criar seus próprios modos de monitoração dependendo de suas necessidades, usando a ferramenta de desenvolvimento da sua escolha (Bash, C, Perl, Python, PHP, C#, etc.)
  • Checagem dos serviços paralelizadas, ou seja, se você tiver muitos itens monitorados não há risco de alguns deles não serem checados por falta de tempo.
  • Capacidade de definir a rede hierarquicamente definindo equipamentos "pai", permitindo distinção dos equipamentos que estão indisponíveis daqueles que estão inalcançáveis.
  • Capacidade de notificar quando um serviço ou equipamento apresenta problemas e quando o problema é resolvido (via email, pager, SMS, ou qualquer outro meio definido pelo usuário por plugin).
  • Capacidade de definir tratadores de eventos que executam tarefas em situações pré-determinadas ou para a resolução pró-ativas de problemas.
  • Rotação automática de log.
  • Suporte para implementação de monitoração redundante.
  • Excelente interface web para visualização do atual status da rede, notificações, histórico de problemas, arquivos de log, etc…
  • Versão atual [estável/FINAL] : 4.0.7

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ligações externas[editar | editar código-fonte]