Namora

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Namora
Placeholder male superhero c.png

Dados da publicação
Publicado por Timely Comics
Marvel Comics
Primeira aparição Marvel Mystery Comics #82 (maio de 1947)
Era Moderna: Sub-Mariner #33 (janeiro de 1971)
Criado por Ken Bald
Syd Shores
Características do personagem
Alter ego Aquaria Nautica Neptunia
Espécie híbrida mutante Humana-Homo mermanus] (Atlantianos)
Terra natal Atlântida
Afiliações Agentes de Atlas
Renegados (Hulk contra o Mundo)
Caçadores de Monstros
Parentesco Namorita (clone, legalmente filha)
Namor (primo)
Habilidades superforça, invulnerabilidade, voo, respira na água e no ar
Projecto Banda desenhada  · Portal da Banda desenhada

Namora é um personagem da Era de Ouro dos quadrinhos. Seu nome original era Aquaria Nautica Neptunia, mas adotou o codinome "Namora" em honra a seu primo Namor, quando seu pai foi morto por habitantes da superfície em uma caça ao tesouro. Namora em Atlanteano significa "a filha vingadora", como Namor significa "o filho vingador". Foi companheira nas aventuras de Namor por vários anos. Assim como seu primo também pertence a espécie homo mermanus. Teve sua própria revista que durou somente três edições.

Na Era Moderna, apareceu na série do Príncipe Submarino, onde foi envenenada e morta pela terrorista Llyra de Atlântida. Foi sobrevivida por seu clone, Namorita, que pela lei de Atlântida é considerada legalmente filha de Namora. A Geração Perdida revelou que tinha sido um membro dos Caçadores de Monstros em 1956. Acredita-se que ela é uma dos 198 mutantes que não perderam seus poderes após a Dinastia M.

Agente de Atlas[editar | editar código-fonte]

Alguns anos antes, a equipe de super-heróis Agentes de Atlas encontraram um esquife danificado, que aparentava conter o cadáver mumificado de Namora.[1] Após uma inspeção mais detalhada, Marvel Boy descobriu um dispositivo holográfico que, ao ser desligado, mostrava que o corpo de Namora ainda continuava preservado, com a mesma aparência de quando estava viva. Ao acordar, Namora se juntou aos heróis na luta contra ferozes criaturas submarinas, exibindo seus poderes equivalentes aos do primo Namor.[2]

Jimmy Woo ofereceu um lugar na equipe dos Agentes de Atlas e ela aceitou. Foi Namora que percebeu que a membro da equipe Vênus não era a verdadeira Afrodite como alegava ser, mas uma sereia com amnésia que assumira a forma humana e usava seus poderes mágicos para encantar os seres humanos.[3]

A equipe a seguir enfrenta o Garra Amarela, o chefe secreto da corporação mundial Fundação Atlas. Woo se torna o novo chefe da Fundação, e Namora e os outros agentes passam a viajar pelo mundo na nave de Marvel Boy enfrentado grupos criminos e rebeldes ainda leais ao Garra Amarela.[4]

Em algum momento da carreira com o grupo, Namora se junta a Amadeus Cho durante o evento World War Hulk ("Hulk contra o Mundo").[5]

Hulk contra o Mundo[editar | editar código-fonte]

Furiosa com a morte e subsequente incriminação de sua filha Namorita durante os eventos de Guerra Civil, Namora se alia a Amadeus Cho, Hércules e Arcano para ajudarem Hulk na saga Hulk Contra o Mundo.[5]

Guerra das Amazonas contra Atlântida[editar | editar código-fonte]

Alguns anos depois de lutar ao lado de Amadeus Cho, durante o evento Invasão Secreta, ele e Hércules estão de férias próximo ao local da cidade dos atlantianos e o herói grego e Namora mantém uma relação romântica. O namoro é interrompido com um ataque das Amazonas.[6] Namora ajuda Hércules a se livrar das inimigas dele e resgatam Cho.[7]

Reinado Sombrio[editar | editar código-fonte]

Os Agentes de Atlas decidem atrapalhar os planos de Osborn se passando por "supervilões", como forma de se aproximar do empresário bandido. O grupo se reune a Cabala para encontrar o antigo membro Namor. Namora e Namor reatam seu antigo relacionamento amoroso ao final da história.[8]

Outras Versões[editar | editar código-fonte]

Exilados[editar | editar código-fonte]

Surgiu uma segunda Namora, membro dos Exilados, um grupo de viajantes tempórais que reconstroem os acontecimentos. Ela é originária da Terra-2189 e apareceu primeiramente em Exiles #46, como contraparte de Namora da Terra-616. A diferença é que ela tem a pele azul. Ela foi morta por Hyperion e os Exilados enviaram seu corpo para a sua realidade natal.

Referências

  1. Agents of Atlas #3
  2. Agents of Atlas #4
  3. Agents of Atlas #5
  4. Agents of Atlas #6
  5. a b Incredible Hulk #107
  6. Incredible Hercules #121
  7. Incredible Hercules #124
  8. Agents of Atlas #6