Nashville (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nashville
Nashville (PT/BR)
 Estados Unidos
1975 • cor • 159 min 
Direção Robert Altman
Roteiro Joan Tewkesbury
Elenco Ned Beatty
Ronee Blakley
Keith Carradine
Geraldine Chaplin
Henry Gibson
Michael Murphy
Lily Tomlin
Gênero Musical
Idioma Inglês
Página no IMDb (em inglês)

Nashville é um filme estadunidense de 1975 do gênero drama musical, dirigido por Robert Altman. O filme se baseia, com um certo clima de sátira, no ambiente empresarial da música country e gospel existente em Nashville, Tennessee, combinado com uma campanha política para a presidência dos Estados Unidos. O enredo do filme entrelaça múltiplas histórias que convergem no climax final que ocorre no Partenon daquela cidade (uma réplica do Partenon original ateniense). Com muitos números musicais, a canção-tema do filme, "It Don't Worry Me", ouvida esporadicamente durante o desenrolar da história, é cantada no final.

O filme reúne um elenco numeroso e algumas participações especiais. A campanha política de Hal Phillip Walker foi desenvolvida pelo ator-roteirista Thomas Hal Phillips.

Produção[editar | editar código-fonte]

O Parthenon de Nashville.

O roteiro foi escrito por Joan Tewkesbury mas como em vários filmes do diretor Altman, a improvisação aparece sempre no processo de filmagem.

Filmado em Nashville no verão de 1974, Altman conseguiu material para quatro horas de exibição. O diretor assistente Alan Rudolph sugeriu que fosse lançada uma versão expandida, mostrada em duas partes que se chamariam "Nashville Red" e "Nashville Blue" mas o filme permanece da forma que foi lançado originalmente.[1]

Após o sucesso da crítica, o canal ABC se interessou em exibir uma mini-série de dez horas no total, mas essa ideia também não se concretizou[2]

Elenco e personagens[editar | editar código-fonte]

  • David Arkin…o motorista amigável que quer ser celebridade.
  • Richard BaskinFrog, o jovem despedido em uma sessão de gravação.
  • Barbara BaxleyLady Pearl, a companheira de Haven Hamilton, que administra os eventos noturnos de um clube da cidade. Frequentemente menciona John e Bobby Kennedy. Ela é católica.
  • Ned BeattyDelbert "Del" Reese, advogado de Haven Hamilton, o organizador local da campanha política de Hal Philip Walker.
  • Karen BlackConnie White, uma cantora country que substitui Barbara Jean no Grand Ole Opry.
  • Ronee BlakleyBarbara Jean, mentalmente instável, sofre um colapso ao chegar no aeroporto. Baseada em Loretta Lynn;
  • Timothy BrownTommy Brown, um cantor afro-americano que se apresenta no Grand Ole Opry. Baseado em Charley Pride;
  • Keith CarradineTom Frank, participa do trio de folk rock Bill, Mary e Tom, que quer começar uma carreira solo. Ele persegue Linnea Reese enquanto mantêm casos com Mary e Opal. Acredita-se que foi inspirado em Kris Kristofferson;
  • Geraldine ChaplinOpal, uma invasiva repórter da BBC.
  • Robert DoQuiWade Cooley, cozinheiro no restaurante do aeroporto e parceiro de trabalho de Sueleen Gay.
  • Shelley DuvallMartha, que visita sua tia doente. Ela prefere ser chamada de L.A. Joan
  • Allen GarfieldBarnett, marido e empresário controlador de Barbara Jean.
  • Henry GibsonHaven Hamilton, o cantor superstar do Grand Ole Opry e um poderoso empresário local. O personagem é um composição inspirada em Roy Acuff, Hank Snow e Porter Wagoner;
  • Scott GlennGlenn Kelly, um veterano da Guerra do Vietnã que vai até a cidade para visitar Barbara Jean.
  • Jeff Goldblum…o Homem do Triciclo, uma figura silenciosa que ronda pela cidade
  • Barbara HarrisWinifred, uma cantora e compositora aspirante que deixa seu marido.
  • David HaywardKenny Frasier, um estranho solitário que aluga um quarto na casa do senhor Green.
  • Merle KilgoreTrout, proprietário de um clube noturno que engana Sueleen Gay.
  • Michael MurphyJohn Triplette, organizador da campanha nacional de Hal Philip Walker para presidente.
  • Allan F. NichollsBill, membro do trio folk, Bill, Mary e Tom. Casado com Mary.
  • Dave PeelBud Hamilton, o filho de Haven Hamilton, que ajuda seu pai nos negócios.
  • Cristina RainesMary do trio folk, Bill, Mary e Tom, casada com Bill e com um caso com Tom Franks.
  • Bert RemsenStar.
  • Lily TomlinLinnea Reese, uma cantora gospel, esposa de Delbert Reese e mãe amorosa de duas crianças, assediada por Tom Frank.
  • Gwen WellesSueleen Gay, garçonete do aeroporto e cantora aspirante. Forçada a um striptease.
  • Keenan WynnSr. Green, o tio de Martha, com a esposa doente no Hospital Vanderbilt, no mesmo andar de Barbara Jean. Aluga um quarto para Kenny.

Participações especiais (como eles mesmos)[editar | editar código-fonte]

Premiação[editar | editar código-fonte]

  • Venceu o Oscar como Melhor Canção Original. Indicado para melhor atriz coadjuvante (Ronee Blakley e Lily Tomlin), melhor diretor (Robert Altman), melhor filme
  • Venceu o Globo de Ouro para Melhor Canção Original (Keith Carradine, com "I'm Easy").
  • Venceu o BAFTA como Melhor Trilha Sonora.
  • Outros prêmios: melhor diretor do Festival de Cartagena, dos críticos de Kansas City, do National Board of Review Award; National Society of Film Critics Award e do Críticos de Nova Iorque.

Trilha Sonora[editar | editar código-fonte]

Atores e atrizes do filme compuseram canções que eles próprios ou outros cantaram em cena. Ronee Blakley contribuiu com várias composições, incluindo a interpretada por Timothy Brown. Karen Black escreveu a canção que ela cantou como Connie White. Keith Carradine escreveu "I'm Easy", que foi premiada com o Oscar e o Globo de Ouro. Carradine também compôs "It Don't Worry Me".

Richard Baskin compôs as canções de Henry Gibson. Vários músicos dos estúdios de Nashville participaram do filme e das gravações musicais, como Vassar Clements e o guitarrista Harold Bradley.

Lista de canções[editar | editar código-fonte]

  1. "It Don't Worry Me" (Keith Carradine) – 2:47
  2. "Bluebird" (de Ronee Blakley e cantada por Timothy Brown) – 3:35
  3. "For The Sake Of The Children" (de Richard Baskin e cantada por Henry Gibson) – 3:18
  4. "Keep A-Goin'" (de Richard Baskin cantada por Henry Gibson) – 2:49
  5. "Memphis" (Karen Black) – 2:07
  6. "Rolling Stone" (Karen Black) – 3:57
  7. "200 Years" (Richard Baskin e Henry Gibson, cantada por este último) – 3:04
  8. "Tapedeck in His Tractor" (Ronee Blakley) – 2:20
  9. "Dues" (Ronee Blakley) – 3:40
  10. "I'm Easy" (Keith Carradine) – 3:02
  11. "One, I Love You" (Richard Baskin, cantada por Henry Gibson e Ronee Blakley)– 2:37
  12. "My Idaho Home" (Ronee Blakley) – 3:06
  13. "It Don't Worry Me (Reprise)" (cantada por Barbara Harris) – 3:57

Outras canções[editar | editar código-fonte]

Muitas canções ouvidas no filme, mas que não estão no disco da trilha sonora:

  • "Yes, I Do" (Richard Baskin e Lily Tomlin, cantada por essa última)
  • "Down to the River" (Ronee Blakley)
  • "Let Me Be the One" (Richard Baskin e cantada por Gwen Welles)
  • "Sing a Song" (Joe Raposo)
  • "The Heart of a Gentle Woman" (Dave Peel)
  • "The Day I Looked Jesus in the Eye"(Richard Baskin e Robert Altman
  • "I Don't Know If I Found It in You" (Karen Black)
  • "Swing Low, Sweet Chariot", folclore
  • "Honey" (Keith Carradine)
  • "I Never Get Enough" (Richard Baskin e Ben Raleigh; cantada por Gwen Welles)
  • "Rose's Cafe" (Allan F. Nicholls)
  • "Old Man Mississippi" (Juan Grizzle)
  • "My Baby's Cookin' in Another Man's Pan" (Jonnie Barnett)
  • "Since You've Gone" (Gary Busey, cantada por Allan F. Nicholls, Cristina Raines e Keith Carradine)
  • "Trouble in the U.S.A." (Arlene Barnett)

Referências

  1. Stuart, Jan. (2000). The Nashville Chronicles: The Making of Robert Altman's Masterpiece. New York: Simon & Schuster. ISBN 0684865432 9780684865430.
  2. name=Stuart>pág. 292-294
a) p. 276
b) Ibid., 292-294
c) Ibid., 304
d) Ibid., 304
e) Ibid., 305-306

Ligações externas[editar | editar código-fonte]