Nathan Appleton

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nathan Appleton
Membro da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos pelo 1º distrito de Massachusetts
Período de governo 4 de março de 1831 – 3 de março de 1833
9 de junho de 1842 – 28 de setembro de 1842
Antecessor(a) Benjamin Gorham (1831)
Robert C. Winthrop (1842)
Sucessor(a) Benjamin Gorham (1833)
Robert C. Winthrop (1842)
Vida
Nascimento 1 de outubro de 1779
New Ipswich, New Hampshire
Morte 14 de julho de 1861 (81 anos)
Boston, Massachusetts
Dados pessoais
Partido Nacional Republicano e Whig

Nathan Appleton (New Ipswich, New Hampshire, 1 de outubro de 1779 – Boston, 14 de julho de 1861) foi um comerciante e político americano.

Juventude e comércio[editar | editar código-fonte]

A residência de Nathan Appleton, na rua Beacon, Boston.

Appleton nasceu em New Ipswich, New Hampshire, filho de Isaac Appleton e de sua esposa Mary Adams. O pai de Appleton era um diácono da igreja, e Nathan foi criado na "forma mais estrita do congregacionalismo calvinista".[1] Foi educado na New Ipswich Academy. Ingressou na Faculdade de Dartmouth em 1794, porém, naquele mesmo ano, deixou a faculdade para começar a vida mercantil em Boston, Massachusetts no trabalho de seu irmão, Samuel Appleton (1766-1853), um bem-sucedido e benevolente homem de negócios, de quem foi sócio de 1800 a 1809.

Appleton se casou com Maria Theresa Gold em 13 de abril de 1806. Dois meses depois, contratou o artista Gilbert Stuart para pintar retratos dos noivos.[2] O casal teve cinco filhos: Thomas Gold Appleton (1812–1884); Mary "Molly" Appleton (1813-?), que se casou com Robert James Mackintosh; Charles Sedgwick Appleton (1815–1835); Frances "Fanny" Elizabeth Appleton (1817–1861), que se casou com o poeta Henry Wadsworth Longfellow; George William Appleton (1826–1827), que morreu quando criança. Os Appletons frequentavam a Federal Street Church.

Em 1813 Appleton colaborou com Francis Cabot Lowell, Patrick Tracy Jackson, Paul Moody e outros na introdução do tear mecânico e o fabrico de algodão em grande escala nos Estados Unidos, uma fábrica foi construída em Waltham, Massachusetts em 1814. O moinho de Waltham operou o primeiro tear mecânico usado nos Estados Unidos. Com esta prova de modernidade, ele e outros compraram a hidroelétrica de Pawtucket Falls, e Appleton foi um dos fundadores da Merrimac Manufacturing Company. O assentamento, que cresceu em torno destas fábricas deu origem à cidade de Lowell, da qual em 1821 o Sr. Appleton foi um dos três fundadores. Em um panfleto intitulado A Origem de Lowell, Appleton escreveu sobre as usinas: "O contraste no caráter de nossa população trabalhadora com a da Europa tem sido a admiração da maioria dos estrangeiros inteligentes. O efeito tem sido o mais do que o dobro do salário daquela descrição de trabalho de que eram antes da introdução desta fabricação".[3]

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Retrato de Nathan Appleton por Gilbert Stuart, ca. 1812.

Appleton foi membro da corte geral de Massachusetts em 1816, 1821, 1822, 1824 e 1827. Em 1831-1833 e também 1842 atuou na Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, na qual se destacou como defensor das taxas de proteção. Foi também membro da Academia de Ciências e Artes, e da Sociedade Histórica de Massachusetts. Publicou discursos e ensaios sobre dinheiro, bancos e tarifas, dos quais seu Remarks on Currency and Banking (ed., 1858) é o mais célebre, bem como suas memórias sobre o tear mecânico e Lowell. Foi eleito membro da Academia Americana de Artes e Ciências em 1842.[4]

Maria Theresa Appleton morreu de tuberculose em 1833.[5] Nathan Appleton casou novamente em 8 de janeiro de 1839, com Harriot Coffin Sumner (1802–1867), filha de Jesse Sumner, um comerciante de Boston, e de Harriot Coffin de Portland, Maine. Tiveram três filhos: William Sumner Appleton (1840–1903); Harriet Sumner Appleton (1841–1923), que se casou com Greely Stevenson Curtis; Nathan Appleton (1843–1906).

Sua filha Fanny se casou com Henry Wadsworth Longfellow em 1843. Como presente de casamento, Appleton comprou a casa na qual Longfellow alugava um quarto, agora conhecida como Sítio histórico de Longfellowe.[6] Ele pagou 10.000 dólares pela casa.[7] Frances escreveu a seu irmão Thomas em 30 de agosto de 1843: "Decidimos deixar papai comprar esta grande velha mansão",[8] , que também foi um quartel-general de George Washington durante a Guerra da Independência dos Estados Unidos. Nathan Appleton também comprou o terreno do outro lado da rua, relatado pela mãe de Longfellow: "de modo que a vista para o rio Charles não possa ser obstruída".[9]

Appleton era também primo de William Appleton.

Sepultura de Nathan Appleton e de outros membros da família Appleton no Mount Auburn Cemetery.

Fanny Appleton morreu em 10 de julho de 1861, depois de acidentalmente ter se queimado com fogo;[10] seu pai estava muito doente para participar de seu funeral. Appleton morreu no dia seguinte, em Boston, em 14 de julho de 1861.[11]

Notas

  1. http://www25.uua.org/uuhs/duub/articles/nathanappleton.html
  2. Tharp, Louise Hall. The Appletons of Beacon Hill. Boston: Little, Brown and Company, 1973: 4.
  3. Tharp, Louise Hall. The Appletons of Beacon Hill. Boston: Little, Brown and Company, 1973: 103.
  4. Book of Members, 1780-2010: Chapter A American Academy of Arts and Sciences.
  5. Calhoun, Charles C. Longfellow: A Rediscovered Life. Boston: Beacon Press, 2004: 119. ISBN 0-8070-7026-2.
  6. Wilson, Susan. Literary Trail of Greater Boston. Boston: Houghton Mifflin Company, 2000: 109. ISBN 0-618-05013-2
  7. Calhoun, Charles C. Longfellow: A Rediscovered Life. Boston: Beacon Press, 2004: 167. ISBN 0-8070-7026-2.
  8. Tharp, Louise Hall. The Appletons of Beacon Hill. Boston: Little, Brown and Company, 1973: 239.
  9. Tharp, Louise Hall. The Appletons of Beacon Hill. Boston: Little, Brown and Company, 1973: 240.
  10. Irmscher, Christoph. Longfellow Redux. University of Illinois, 2008: 9. ISBN 978-0-252-03063-5.
  11. Tharp, Louise Hall. The Appletons of Beacon Hill. Boston: Little, Brown and Company, 1973: 302.

Referências

Wikisource  "Appleton, Nathan". Encyclopædia Britannica (11th). (1911). Ed. Chisholm, Hugh. Cambridge University Press. 

  • Memoir of Nathan Appleton, por Robert C. Winthrop (Boston, 1861)
  • Life and Letters of Thomas Gold Appleton por Susan Hale (Nova York, 1885).
  • "Appleton, Samuel". Appletons' Cyclopædia of American Biography. 1900.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Câmara dos Representantes dos Estados Unidos
Precedido por
Benjamin Gorham
Seal of the United States House of Representatives.svg
Membro da Câmara dos Representantes pelo 1º distrito de Massachusetts

4 de março de 1831 – 3 de março de 1833
Sucedido por
Benjamin Gorham
Precedido por
Robert C. Winthrop
Seal of the United States House of Representatives.svg
Membro da Câmara dos Representantes pelo 1º distrito de Massachusetts

9 de junho de 1842 – 28 de setembro de 1842
Sucedido por
Robert C. Winthrop