Nathan Homer Knorr

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Este Artigo faz parte de uma
série temática sobre as
TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
BIOGRAFIA DE
Nathan Homer Knorr
3º Presidente da Sociedade Torre de Vigia
Membro do Corpo Governante
Naturalidade: Estados Unidos Pensilvânia, EUA
Data de nascimento: 23 de Abril de 1905
Data de falecimento: 8 de Junho de 1977
Data de batismo: 4 de Julho de 1923
Outras Biografias
Charles Russell Joseph Rutherford
Nathan Knorr Frederick Franz
Milton Henschel Don Adams
Alexander Macmillan George Gangas
Grant Suiter Leopold Engleitner

Nathan Homer Knorr (23 de Abril de 19058 de Junho de 1977) foi o terceiro presidente da Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados, a mais antiga das sociedades jurídicas usada pelas Testemunhas de Jeová. Serviu nesse cargo entre 8 de Janeiro de 1942 e 8 de Junho de 1977. Foi precedido por Joseph Franklin Rutherford e sucedido na presidência por Frederick William Franz1 .

Anos iniciais[editar | editar código-fonte]

Nathan Homer Knorr nasceu em Bethlehem, Pensilvânia, Estados Unidos, em 23 de Abril de 1905. Quando tinha 16 anos, associou-se com a Congregação Allentown dos Estudantes da Bíblia. Em 1922, assistiu ao congresso em Cedar Point, Ohio, após o qual decidiu abandonar a Igreja Reformista Holandesa. No ano seguinte, em 4 de Julho de 1923, foi baptizado. O discurso do batismo foi proferido por Frederick William Franz.

Ao serviço da Sociedade Torre de Vigia[editar | editar código-fonte]

Meses depois do baptismo, em 6 de Setembro de 1923, ingressou no Serviço de Betel, de Brooklyn. Foi designado para o Departamento de Expedição, e a sua capacidade administrativa foi logo percebida e aproveitada. Em 8 de Fevereiro de 1928, foi nomeado por Rutherford como co-responsável pela publicação da revista Idade de Ouro, agora a mundialmente conhecida Despertai!. Com o falecimento do Superintendente da Gráfica, Knorr foi designado para servir nesse cargo a 23 de Setembro de 1932. Milton G. Henschel tornou-se secretário de Nathan H. Knorr, em 1939. Henschel continuou como seu secretário pessoal, mesmo depois de Knorr se tornar Presidente da Sociedade.

Em 11 de Janeiro de 1934, Knorr foi eleito membro da Directoria da Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados de Nova Iorque, Inc. e, no ano seguinte, foi nomeado seu Vice-presidente. Em 10 de Junho de 1940, tornou-se Vice-presidente da Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados de Pensilvânia. A sua eleição à presidência de ambas as sociedades e da sua congénere britânica, aconteceu em 13 de Janeiro de 1942. Hayden Cooper Covington era o Vice-presidente e Willian E. Van Amburgh, o Secretário-tesoureiro. A 5 de Outubro de 1945, Frederick William Franz torna-se o Vice-presidente.

Knorr discursou em centenas de congressos realizadas pelas Testemunhas de Jeová em todo o mundo, inclusive no maior Congresso Internacional (ou Assembleia Internacional como se designava na época) alguma vez realizado pelas Testemunhas de Jeová numa única cidade. Sob o tema Vontade Divina, entre os dias 27 de Julho a 3 de Agosto de 1958, na cidade de Nova Iorque, uma multidão de mais de mais de 250 mil pessoas lotaram simultaneamente o Campo de Pólo e o Estádio Ianque.

Casou-se com Audrey Mock, em 31 de Janeiro de 1953. Em meados de 1976, Knorr, então com 71 anos, observara que tinha a tendência de chocar com objectos. Exames posteriores indicaram que ele tinha um tumor cerebral inoperável. Por alguns meses, lutou para continuar a trabalhar, mas o prognóstico de sua saúde era ruim. Depois de alguns meses de enfermidade, veio falecer a 8 de Junho de 1977, na Fazenda da Torre de Vigia em Wallkill, em Nova Iorque.

Em 22 de Junho de 1977, duas semanas após a morte de Knorr, Frederick William Franz, de 83 anos, foi eleito presidente da Sociedade Torre de Vigia

Estruturação da Organização[editar | editar código-fonte]

Knorr é especialmente recordado pelo grande empenho em estruturar e organizar mundialmente as Testemunhas de Jeová. Em 28 de Setembro de 1942, foi inaugurada a Escola do Ministério Teocrático, com o fim de treinar os publicadores congregacionais em oratória e arte de ensino. Isto resultou no aumento exponencial de evangelizadores públicos e instrutores congregacionais. Em 1 de Fevereiro de 1943, foi inaugurada a Escola Bíblica de Gileade da Torre de Vigia, para treinar evangelizadores de Tempo Integral, homens e mulheres, para o Serviço Missionário que passaram a ser enviados para todos os cantos planeta. Em 1946, foi criada a Comissão de Tradução do Novo Mundo, com o objectivo de produzir uma nova versão da Bíblia, propriedade da Sociedade, visando a sua impressão em larga escala.

A 1 de Janeiro de 1956, a supervisão do funcionamento das filiais e congéneres da Sociedade Torre de Vigia e seus complexos gráficos, deixam de ser uma responsabilidade exclusiva do Presidente. Em 1958 foi inaugurada a Escola do Ministério do Reino, para dar treinamento periódico aos superintendentes (ou anciãos) congregacionais, superintendentes de circuito e de distrito. Os membros das Comissões de Filial também passaram a receber treinamento periódico. Muitos destes, também cursaram a Escola Bíblica de Gileade da Torre de Vigia.

Em 1942, quando Knorr foi designado presidente da Sociedade, existiam 25 escritórios de filiais e congéneres da Sociedade Torre de Vigia. Em 1946, o número havia aumentado para 57. No fim da sua presidência, em 1976, o seu número já era de 97.

Em 1972, a liderança das Testemunhas de Jeová sobre assuntos doutrinais e procedimentos organizacionais, deixa de estar nas mãos do Presidente da Sociedade e da Directoria da Sociedade. Embora desde 1945, conforme a expressão usada na Assembleia-geral da Sociedade, fossem encarados como "um corpo governante", foi no início da década de 70, no Século XX, que surgiu definitivamente o actual conceito de Corpo Governante das Testemunhas de Jeová, um órgão colegial, distinto e independente da Directoria da Sociedade Torre de Vigia, e que é reconhecido pelas Testemunhas de Jeová em toda a Terra como possuindo a responsabilidade religiosa e administrativa de coordenar os esforços de toda a organização.

Viagens ao serviço da Sociedade Torre de Vigia[editar | editar código-fonte]

Ansioso de saber das necessidades das Testemunhas de Jeová nos países devastados pela guerra, o presidente da Sociedade, Knorr, com o seu secretário, Milton George Henschel, iniciou uma viagem em Novembro de 1945 pela Grã-Bretanha, França, Suíça, Bélgica, Países Baixos e Escandinávia. Eles tinham por objectivo a reorganização pós-guerra, reactivando as filiais. Providenciou-se o envio de publicações, bem como de alimentos e de roupas aos em necessidade. Várias publicações da Sociedade Torre de Vigia incluem referências a essas e muitas outras viagens, tais como:

A lista apresentada usa a abreviatura da publicação respectiva, seguida da data e ano da publicação (se necessário) e da página onde se encontra a informação. As abreviaturas usadas correspondem às seguintes publicações da Sociedade Torre de Vigia:

  1. A Sentinela 1.11.2003 pp. 19-25

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Sites oficiais das Testemunhas de Jeová[editar | editar código-fonte]

Outras ligações de interesse[editar | editar código-fonte]